quarta-feira, 29 de março de 2023

ÁRVORE LÍQUIDA

 


O primeiro fotobiorreator urbano da Sérvia, "LIQUID 3", foi colocado em frente
ao município de Stari Grad na Rua Makedonska em Belgrado.

Belgrado possui uma ferramenta inovadora na luta contra o ar sujo - a chamada "árvore líquida".

VEJA VÍDEO

https://www.youtube.com/shorts/VliPYtoQXX0 

É o primeiro fotobiorreator urbano da Sérvia, uma solução para combater as emissões de gases de efeito estufa e melhorar a qualidade do ar.

Ele contém seiscentos litros de água e usa microalgas para ligar o dióxido de carbono e produzir oxigênio puro por meio da fotossíntese.

“A microalga substitui duas árvores de 10 anos ou 200 metros quadrados de gramado”, disse o Dr. Ivan Spasojevic, um dos autores do projeto do Instituto de Pesquisa Multidisciplinar da Universidade de Belgrado.

"O sistema é o mesmo porque as árvores e a grama realizam a fotossíntese e retêm o dióxido de carbono.

“A vantagem das microalgas é que elas são 10 a 50 vezes mais eficientes que as árvores.

“Nosso objetivo não é substituir as florestas, mas usar esse sistema para preencher os bolsões urbanos onde não há espaço para plantar árvores”.

Belgrado é a quarta cidade mais poluída da Sérvia, devido às duas grandes usinas de carvão próximas.

As duas fábricas estão entre as 10 plantas mais sujas da Europa , de acordo com a ONG europeia Health and Environment Alliance (HEAL).

Em 2019, a Sérvia foi classificada como o quinto país mais poluído da Europa, com uma média de PM 2,5 em poluição do ar, de acordo com o Relatório Mundial de Qualidade do Ar da IQAir.

Outro relatório em dezembro de 2019 também colocou o país sob maior escrutínio, já que os cientistas afirmaram que a Sérvia tinha o pior recorde per capita da Europa para mortes relacionadas à poluição: 175 por 100.000 pessoas .

Ativistas também afirmam que a poluição na Sérvia e em outras partes da península balcânica é tão ruim que pode ser vista, cheirada e até provada, especialmente durante o outono e o inverno.

LEIA TAMBÉM:

CIDADE POLONESA TESTA "CANHÃO" SONORO ANTIPOLUIÇÃO PARA COMBATER A POLUIÇÃO

Em uma batalha contra os altos níveis de poluição atmosférica da Polônia, os cientistas estão testando um novo "canhão" que usa ondas sonoras para empurrar partículas tóxicas para o alto na atmosfera para permitir que os moradores respirem.

Instalado em cima de um recipiente de metal, o dispositivo experimental consiste em um grande cone invertido que emite um som alto a cada seis segundos.

O objetivo é perseguir a poluição de Kalwaria Zebrzydowska, que, como muitas cidades polonesas, enfrenta altos níveis de poluição a cada inverno, quando os moradores ligam seus sistemas de aquecimento.

Quando o sol se põe, uma pesada fumaça desce sobre a cidade enquanto as chaminés expelem uma fumaça espessa.

Os residentes são amplamente a favor da ideia, apesar do som.

"O smog é muito pesado aqui. Não podemos nem arejar os apartamentos porque fede muito! Então, se puder ajudar, deixe-os fazer os testes porque é muito chato", disse Jolanta Wolkowicz, uma das autoridades da cidade. moradores.

"Mal conseguimos ouvir o som - é como fogos de artifício explodindo", acrescentou ela.

A Polônia é um dos países mais poluídos da Europa, violando as normas da UE em centenas de pontos percentuais nas piores épocas do ano.

Ao criar ondas sonoras, os pesquisadores dizem que o "canhão" ajuda a reduzir a concentração de partículas nocivas PM2,5 e PM10 no ar da cidade.

"Aqui usamos uma onda de choque criada pela queima de uma mistura de acetileno e ar. Essa onda vertical mistura e joga o ar poluído para cima", explicou Dominik Grybos, cientista da Academia de Mineração e Metalurgia de Cracóvia.

As partículas tóxicas são lançadas a várias centenas de metros de altura, tornando-as inofensivas para os moradores.

"Descobrimos que, se usarmos o canhão entre meia hora e uma hora, a poluição é reduzida em 15-30% dentro de um perímetro de dois a três quilômetros do canhão", continuou Grybos, acrescentando que os efeitos duram por "entre uma e três horas".

Os pesquisadores estão tentando calcular a frequência necessária das explosões, bem como a duração e o tempo necessários para todo o procedimento.

O preço é estimado em 1.000-1.500 zlotys (€ 220-€ 330) por uma hora de uso.

Grybos disse que espera que a invenção encontre um uso comercial, principalmente na Polônia.

FONTES:

https://expressoconservador.com.br/arvore-liquida-esta-em-desenvolviment/

EURONEWS 
https://www.euronews.com/2021/12/07/this-liquid-tree-in-belgrade-is-fighting-back-against-air-pollution

EURONEWS 
https://www.euronews.com/2022/01/21/polish-town-tests-anti-smog-sound-cannon-to-tackle-pollution







segunda-feira, 27 de março de 2023

COMPOSTAGEM

 


A COMPOSTAGEM  , conhecida como o processo de reciclagem do lixo orgânico, transforma a matéria orgânica encontrada no lixo em adubo natural, que pode ser usada na agricultura, em jardins e plantas, substituindo o uso de produtos químicos. O processo também contribui para a redução do aquecimento global.5 


PARA QUE SERVEM UMA COMPOSTAGEM? 
Cascas, sementes, talos de frutas, leguminosas e verduras, serragem, folhas, por exemplo. A compostagem é, em outras palavras, uma técnica que permite a transformação destes “restos” orgânicos em adubo, por ação de micro-organismos.


COMO É FEITO O PROCESSO DE COMPOSTAGEM?
A compostagem é realizada por meio de uma composteira, que é a estrutura própria para o depósito de material orgânico . 

É nesse processo que o lixo orgânico será transformado em composto orgânico de húmus e fertilizante, produtos resultantes da matéria orgânica decomposta.


QUAIS SÃO AS 3 FASES DA COMPOSTAGEM? 
O processo geral de compostagem pode ser dividido em três fases: mesofílica, termofílica e de avanço .


QUAL É A MAIOR VANTAGEM DA COMPOSTAGEM?  
Quando aplicado no solo, o composto reduz a necessidade de herbicidas e pesticidas químicos, aumenta a resistência das plantas a doenças e pragas, melhora a capacidade de retenção de água e de nutrientes, reduz o suprimento e a carga poluente da agricultura intensiva.



QUANTO TEMPO DEMORA PARA FAZER A COMPOSTAGEM?
O tempo para os resíduos orgânicos de cozinha são transformados em composto varia de 45 a 60 dias. Esse prazo depende do tipo e da quantidade de resíduos utilizados, da quantidade de minhocas, da temperatura, da umidade, etc.9 de abril de 2021


COMO FAZER UMA COMPOSTEIRA DOMÉSTICA?  
Epagri ensina o passo a passo:

A composteira doméstica é uma solução sustentável, simples e barata para dar destino correto aos resíduos orgânicos da cozinha. 

Esse lixo representa a metade dos resíduos gerados pelas residências e, com uma mãozinha, pode ser transformado em um poderoso adubo para hortas e jardins.


FONTES: 

PASSO A PASSO

https://www.epagri.sc.gov.br/index.php/2021/04/09/como-fazer-uma-composteira-domestica-epagri-ensina-o-passo-a-passo/


LEIA MAIS SOBRE ANALISE DE SOLOS

https://www.epagri.sc.gov.br/index.php/solucoes/servicos-tecnicos/analise-de-solos/

DICAS EM OUTRAS REGIÕES DO MUNDO

Van do Lixo Zero orienta sobre compostagem e coleta seletiva em quatro locais em março

A van do Lixo Zero estará em quatro endereços nos bairros Centro, Parque Cecap e Monte Carmelo durante o mês de março para levar orientações aos moradores sobre técnicas de compostagem (transformação de restos de alimentos, como cascas de frutas e legumes, em adubo orgânico) e também informações sobre como utilizar os serviços de coleta seletiva de resíduos domiciliares, como o Cata-Treco e o Ecoponto.

A iniciativa faz parte do programa Lixo Zero Guarulhos, que desenvolve diversos tipos de ações educativas e de sensibilização sobre o consumo consciente, abrangendo todo o ciclo do lixo, incluindo resíduos orgânicos e recicláveis, como potes de vidro e de plástico, garrafas PET, embalagens longas vida, recipientes de isopor, entre outros, que podem voltar à cadeia produtiva de forma a reduzir o volume de resíduos enviados diariamente ao aterro sanitário e, consequentemente, os negativos sobre o meio ambiente.

Arte: Divulgação/PMG

https://www.guarulhos.sp.gov.br/article/van-do-lixo-zero-orienta-sobre-compostagem-e-coleta-seletiva-em-quatro-locais-em-marco 

==================

LEIA MAIS:

PRODUÇÃO DA COMPOSTAGEM - COMO FAZER O MANEJO EM PLANTAÇÕES

https://agazetanews.com.br/noticia/rural/190942/producao-da-compostagem-como-fazer-o-manejo-em-plantacoes

SP PODE TRANSFORMAR LODO DE ESGOTO EM FERTILIZANTE 

https://www.canalrural.com.br/noticias/agricultura/sp-pode-transformar-lodo-de-esgoto-em-fertilizante/

Participaram da conversa o secretário de Agricultura e Abastecimento, Antonio Junqueira, e representantes do setor: o diretor-presidente da Tera Ambiental, Lucas Giannella; o diretor técnico da Tera Ambiental, engenheiro agrônomo Fernando Carvalho Oliveira; o diretor de relações institucionais da Companhia Saneamento de Jundiaí (CSJ), Oberlandir Schrank Araújo; e o empresário da área e engenheiro agrônomo Marcos Schrank Araújo.

Para compartilhar estas notícias use os links: 

APRENDA A USAR BORRA DE CAFÉ E CASCA DE OVO PARA FAZER ADUBO

https://www.diariodoaco.com.br/noticia/0104464-aprenda-a-usar-borra-de-cafe-e-casca-de-ovo-para-fazer-adubo


Gouveia: Inauguração de ILHAS ECOLÓGICAS para compostagem comunitária 
https://mundialfm.sapo.pt/gouveia-inauguracao-de-ilha 

COMPOSTAGEM COMUNITÁRIA  
https://www.facebook.com/mundialfmpts-ecologicas-para-compostagem-comunitaria/

MUNDIAL 
https://www.facebook.com/mundialfmpt

SOCIAL BAURU 
https://www.socialbauru.com.br/2023/03/20/unesp-bauru-recebe-evento-que-discute-questao-hidrica-do-cerrado/

DIÁRIO DE COIMBRA 
https://www.diariocoimbra.pt/noticia/96664

MAIS ASSUNTOS
https://www.facebook.com/diariocoimbra









sexta-feira, 17 de março de 2023

BIODIVERSIDADE

 

QUAIS SÃO AS BIODIVERSIDADES? 

Biodiversidade ou diversidade biológica é a variedade e variabilidade da vida na Terra. A biodiversidade é uma medida de variação no nível genético (variabilidade genética), espécie (diversidade de espécies) e ecossistema (diversidade de ecossistema) . 

O QUE FAZ PARTE DA BIODIVERSIDADE ? 

A biodiversidade não está distribuída uniformemente na Terra; Costuma ser maior nos trópicos em decorrência do clima quente e da alta produtividade primária na região próxima ao equador. Os ecossistemas de florestas tropicais cobrem menos de 10% da superfície da Terra e cobrem cerca de 90% das espécies do mundo. A biodiversidade marinha é geralmente maior ao longo das costas do Pacífico Ocidental, onde a temperatura da superfície do mar é mais alta, e na faixa latitudinal média em todos os oceanos. Existem gradientes latitudinais na diversidade de espécies. A biodiversidade geralmente tende a se agrupar em hotspots, e tem aumentado ao longo do tempo, mas provavelmente diminuirá no futuro como resultado primário do desmatamento . Abrange os processos evolutivos, ecológicos e culturais que sustentam a vida. 

QUAL A IMPORTÂNCIA DA BIODIVERSIDADES PARA NOSSAS VIDAS?

RESPOSTA: O EQUILIBRIO DO CLIMA E DOS SERES VIVOS


Mudanças ambientais rápidas geralmente causam extinções em massa. A atual crise global da biodiversidade não envolve apenas extinções biológicas, mas também a perda de experiência e o desaparecimento gradual do conhecimento cultural e da memória coletiva das espécies. [3] Estima-se que mais de 99,9% de todas as espécies que já viveram na Terra, totalizando mais de cinco bilhões de espécies, estejam extintas . As estimativas sobre o número de espécies atuais da Terra variam de 10 milhões a 14 milhões, das quais cerca de 1,2 milhão foram documentadas e mais de 86% ainda não foram descritas. A quantidade total de pares de bases de DNA relacionadas na Terra é estimada em 5,0 x 10 37e pesa 50 bilhões de toneladas. Em comparação, a massa total da biosfera foi estimada em quatro trilhões de toneladas de carbono. Em julho de 2016, os participantes informaram a identificação de um conjunto de 355 genes do último ancestral comum universal (LUCA) de todos os organismos que vivem na Terra.

A idade da Terra é de cerca de 4,54 bilhões de anos. A evidência indiscutível mais antiga de vida data de pelo menos 3,7 bilhões de anos atrás, durante uma era Eoarchean, depois que uma crosta geológica começou a se solidificar após o eon Hadean derretido anterior. Existem fósseis microbianos encontrados em arenito de 3,48 bilhões de anos descobertos na Austrália Ocidental. Outra evidência física inicial de uma substância biogênica é o grafite em rochas metassedimentares de 3,7 bilhões de anos descobertas no oeste de Groenlândia. Mais recentemente, em 2015, "restos de vida biótica" foram encontrados em rochas de 4,1 bilhões de anos na Austrália Ocidental. De acordo com um dos investigadores, "Se a vida surgiu relativamente rápido na Terra... então poderia ser comum no universo." 



Desde que a vida começou na Terra, cinco grandes extinções em massa e vários eventos menores levaram a grandes e repentinas quedas na biodiversidade. O éon fanerozóico (os últimos 540 milhões de anos) marcou um rápido crescimento da biodiversidade por meio da explosão cambriana – um período durante o qual a maioria dos filos multicelulares apareceu pela primeira vez. Os próximos 400 milhões de anos incluíram perdas massivas e repetidas de biodiversidade classificadas como eventos de extinção em massa. No Carbonífero, o colapso da floresta tropical levou a uma grande perda de vida vegetal e animal. O evento de extensão Permiano-Triássico, 251 milhões de anos atrás, foi o pior; a recuperação dos vertebrados levou 30 milhões de anos. 

O período desde o criado dos humanos exibe uma redução contínua da biodiversidade e uma perda concomitante da diversidade genética denominada extinção do Holoceno, e muitas vezes referida como a sexta extinção em massa. A redução é causada principalmente por impactos humanos, particularmente a destruição do habitat. Por outro lado, a biodiversidade impacta positivamente a saúde humana de várias maneiras, embora alguns efeitos negativos sejam observados. 



Campo de verão na Bélgica


FONTES:

VEJA TAMBÉM:

https://en.wikipedia.org/wiki/Biodiversity#Distribution

https://en.wikipedia.org/wiki/Biodiversity#Number_of_species

https://en.wikipedia.org/wiki/Biodiversity#Evolution

https://en.wikipedia.org/wiki/Biodiversity#Role_and_benefits_of_biodiversity

IMAGEM
Campo de verão na Bélgica (Hamois). A flor azul é centáurea e a vermelha é papoula .
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/c/c4/Field_Hamois_Belgium_Luc_Viatour.jpg/800px-Field_Hamois_Belgium_Luc_Viatour.jpg









segunda-feira, 13 de março de 2023

TERRACEAMENTO

 


A prevenção à imersão é uma das vantagens quando se pratica o terraceamento agrícola. Veja em detalhes 

É comum que, com o passar do tempo e os diversos cultivos, as áreas de plantação vão apresentando pontos de cultivo. Para fazer o controle da vegetação, a agricultura de terraço acaba sendo uma boa alternativa. 

Isso se deve ao fato de que o terraço ajuda a evitar pontos de formação de sulcos que, pouco a pouco, passam a corroer o solo. Dessa maneira, o escoamento de água deixa de ser um processo lento, uma vez que há maior nivelamento. 

Mas como é possível dar sequência ao terraço agrícola? Qual é o passo a passo para realizá-lo? Neste texto, você vai entender em detalhes.  

Boa Leitura! 

O QUE É TERRACEAMENTO?

O terraceamento é uma prática agrícola que permite construir terraços que vão controlar o escoamento da água da chuva. Dessa forma, a terra se mantém mais cultivada, cultivada as características de produtividade e agricultura agrícola. 

Vale dizer que a prática da agricultura de terraceamento é um dos fatores que permite reduzir a ingestão do solo, principalmente quando unida ao sistema de plantio direto e também à rotação de culturas. 

POR QUE O TERRACEAMENTO DIMINUI A INGESTÃO ?

O fato de a água descer por meio de saídas específicas faz com que o terraço evite a formação de sulcos que corroem o solo. Isso acontece porque os terraços quebram a encosta, dividindo uma grande encosta em várias menores, o que a faz ficar menos submersa. Desse jeito, a força da água permaneça menos, mantendo a fertilidade do solo. 

Vale dizer que o terraço não é a única maneira de evitar um solo com telhado: a vegetação nas encostas frontais e traseiras também diminui o risco de destruição pela água e pelo vento. 

O importante é que, se você enxergar sinais visíveis de fluxo ou diminuição da produção a cada temporada, e aumento do campo para inclinação, optar pelo terraço é uma forma de diminuir a redução e reduzir a produtividade do solo. 

COMO O TERRACEAMENTO É FEITO? 


FAZENDA COM TERRAÇO 

Se sua plantação está em uma área de declive e você entendeu que o terraceamento é a melhor maneira de diminuir o processo erosivo, chegou a hora de ver os 5 passos para fazer o terraço agrícola. Acompanhe. 

1. ENTENDENDO A TEXTURA DO SOLO 

Você vai precisar de 5 amostras do solo na camada de 0 a 20 centímetros, sendo que as amostras devem ser colocadas em um balde e misturadas.  

Em seguida, separe um controlado de terra e molhe com água, sem encharcar. Misture e acumule a terra, formando um cordão com aproximadamente um centímetro de espessura, por último, duplo o cordão Isso permite entender se estamos diante de uma terra arenosa ou argilosa., já que, se o cordão, o solo é considerado arenoso, e, se não quebrar, argiloso. 

2. MEDINDO A DECLIVIDADE

Agora é o momento de descobrir e medir a declividade de seu terreno. Comece colocando um piquete de madeira na parte mais alta do terreno, dê um espaço de 30 metros e finque o segundo piquete.  

Na sequência, pegue a mangueira e encha com água. Coloque uma ponta da mangueira no piquete de cima e no de baixo. Você ainda vai precisar medir a distância entre as extremidades da água na mangueira e a superfície do solo nos dois piquetes. 

O calculado é feito ao subtrair o valor encontrado no piquete abaixo pelo valor encontrado no de cima. Este número deve ser multiplicado por 100 e dividido por 30, que é a distância entre os dois piquetes. O resultado obtido é a declividade do terreno. 

3. CALCULANDO A DISTÂNCIA ENTRE OS TERRENOS 


Esse é o momento de verificar o valor da declividade e conferir o espaçamento indicado na tabela abaixo. 

Tabela com distância entre terrenos para terraços

Ainda será necessário colocar um piquete a cada distância indicada. Por exemplo, se a declividade for de 5%, o espaçamento entre cada piquete de madeira será de 19,20 metros em solo arenoso e 21,95 metros em argiloso. 

4. FORMANDO A CURVA DE NÍVEL 

Este é o momento de pegar a mangueira já com água e os piquetes: coloque a ponta da mangueira no primeiro piquete fixado no terreno e procure o mesmo nível da mangueira para fincar outro piquete a 30 metros — isso deve ser repetido até o fim do terreno .  

OBS: Uma dica da Embrapa é suavizar a curva, colocando piquetes a cada 15 metros sem que seja necessário o uso da mangueira. 

5. CONSTRUINDO O TERRAÇO COM TRATOR  E ARADO 

Para começar, regule o arado sendo que o terceiro disco corte mais profundamente o solo, por pelo menos 30 centímetros. Já o primeiro disco deve cortar de um jeito mais superficial (cerca de 10 centímetros). Feita a regulagem, o arado deve ficar acomodado. 

Feito isso, você já pode começar a arar o terreno jogando a terra da parte de cima para a parte de baixo até o final da curva em nível. Na volta, corte a terra, jogando-a de baixo para cima — o processo deve ser repetido até a base do terraço com 1,5 metro a 2 metros de largura ficar e a altura alcançar mais de 70 centímetros. Podem ser necessárias até 10 passadas de arado até o terraço ser considerado pronto. 

E QUANTO AOS TIPOS DE TERRAÇO ? 



TALHÕES COM TERRAÇO 

Os tipos de terraço se diferenciam por função, largura de base, processo de construção e perfil do terreno. 

1. TERRAÇOS POR FUNÇÃO 

Temos o terraço em nível ou infiltração e terraço em desnível ou escoamento.  

TERRAÇO EM NÍVEL 

São terraços construídos sobre as niveladas demarcadas em nível, com até 12% de declive, e com as bordas bloqueadas. A função é interceptar a enxurrada e permitir que a água seja retida e infiltrada. São terraços indicados para solos de boa permeabilidade. 

TERRAÇO EM DESNÍVEL OU ESCOAMENTO 

Feito a partir de um pequeno desnível que seja transversal ao maior declive da rampa. Esse tipo de terraço costuma acumular o excedente de água, permitindo um processo lento para fora da área protegida. Ótima opção para solos com permeabilidade moderada ou lenta, que dificultam a infiltração de água da chuva.  

TERRAÇO MISTO 

Construído com um canal de pequeno declive e com um volume de estratificação do escoamento superficial. Uma vez que esse volume de inscrição seja preenchido, começa a funcionar como terraço em gradiente. 

2. TERRAÇOS POR LARGURA DE BASE 

Existem três opções, os de base estreita, base larga e base média. 

BASE ESTREITA 

Indicados apenas em condições em que não seja possível construir terraços de base média ou larga. Costumam ser interessantes para pequenas propriedades, com baixa intensidade de mecanização agrícola e terrenos muito íngrimes 

BASE LARGA 

São uma opção para solos arenosos, permitindo o cultivo em praticamente toda a sua superfície. Uma característica é a facilidade de manutenção. 

MÉDIA BASE 

Opção para pequenas ou médias propriedades, com máquinas suficientes para os implementos recomendados. Lembrando que o declive deve ser de até 15%. 

3. TERRAÇOS POR PROCESSO DE CONSTRUÇÃO 

Quando se fala em processo de construção, as opções são Nichol's ou Canal e Mangum ou Camalhão. 

NICHOL´S  OU CANAL 

Aqui, corta-se o solo com arado, mas sem usar grade-aradora e fazendo movimentos de cima para baixo, assim, a massa de solo que forma o camalhão é retirada da faixa superior, formando o canal. 

MANGUM OU CAMALHÃO 

Ele é feito movimentando uma faixa mais larga de solo que a do terraço anterior. A massa de solo é deslocada tanto da faixa imediatamente superior como da inferior ao camalhão, seja no sentido da aração, seja em passadas de ida e volta com o trator. Esses terraços podem ser construídos com terraços em terrenos de menor declividade. 

4. TERRAÇOS DE ACORDO COM O PERFIL DO TERRENO 

Comum, patamar, comum embutido, murundum ou leirão são os quatro tipos referentes ao perfil do terreno. 

COMUM

Neste, o camalhão é feito em nível ou em desnível. Muito usado no Brasil, quando o solo apresenta queda inferior a 18%. 

PATAMAR

Indicado para produções maiores e que gerou mais lucro, dado o alto custo. É uma opção para terrenos com mais de 18% de declive. 

COMUM EMBUTIDO

Feito com motoniveladora ou trator de lâmina frontal, pois o objetivo é criar um canal triangular. Neste terraço, há a formação de um talude que separa o canal do camalhão na vertical. Indicado para cana-de-açúcar. 

MURUNDUM OU LEIRÃO 

Pedem trator de lâmina frontal, pois é necessário grande movimentação do solo. Ele dificulta a movimentação de máquinas agrícolas e tem custo mais elevado. 

QUAIS SÃO OS SISTEMAS DE CULTIVO VIA TERRACEAMENTO? 

Em geral, os sistemas agrícolas de terraceamento usados ​​com mais frequência são bancada, contorno e paralelo. Explicamos cada um na sequência. 

BANCO

É semelhante a uma estrutura de bancos ou degraus na encosta, com plataformas agrícolas planas ou quase planas dispostas em intervalos regulares. Pede mais mão de obra e uma perturbação intensiva do solo. São mais comuns para o cultivo de arroz em terraços, pois permitem a retenção de água.  

CONTORNO 

Seguem o contorno de relevo, formando filas de pontas e cursos de água relvados. Apesar de pedirem menos insumos para serem feitos, são difíceis para as atividades agrícolas devido às irregularidades de espaço. 

PARALELO 

São terrenos mais fáceis para as atividades agrícolas. Se a inclinação não permitir, são construídas por meio de operações de nivelamento de terrenos. Torna o movimento do maquinário facilitado, mas pede mais mão de obra e tempo de trabalho.  

A prática do terraço, além da questão da prevenção do cultivo, traz vantagens como maior conservação da terra, menos sedimentação, conservação da água e aumento da produtividade do cultivo. 

Quanto às resistentes, existem algumas, como custo com maquinário e necessidade de mão de obra especializada, ok? Ainda assim, pensando em termos de influência, é uma prática interessante e que aumenta a influência de terrenos inclinados. Os cultivos de arroz, açafrão, cominho, trigo, milho e maçãs são bastante preferidos. 


Mais Informações
EMBRAPA






sexta-feira, 10 de março de 2023

OBJETIVO DAS DOAÇÕES

 


AJUDA

CARISSIMOS AMIGOS IRMÃOS!!

NOTÍCIAS DE RESGATE E PROJETO DE RESGATE 

OBJETIVO DAS DOAÇÕES:

Transformar nossos blogs REDENÇÃO NEWS & REDENÇÃO PROJECTO em sites mais elaborados e dinâmicos para as pessoas usufruírem com maior praticidade e com acurácia de todas as informações 

Para que isso aconteça, estamos fornecendo uma conta para doações que é muito importante para dar início a essa maravilhosa escalada das informações de alta qualidade

Varias informações vem de contatos pagos de pessoas que realmente estão navegando nos âmbitos da redenção que nos privilegiam com informações que hoje são passadas a todos gratuitamente 

Para manter o nível de confiança e aumentar a qualidade de acesso estamos contando com suas doações 

Temos aqui no grupo quase 5000 pessoas onde se todos podem participar com uma quantia mínima de 5 ou 10 reais podendo em tempo gravar montar um site gratuito para todos se beneficiarem das contribuições 

Já contamos com os privilégios de pessoas engajadas com a Redenção que estão nos ajudando de forma gratuita a desenvolver os sites, já demos os primeiros passos com as reservas de domínios 

Logo estaremos migrando todo o conteúdo para estar a disposição de todos que querem junto conosco aprender cada dia mais e se preparar para esse evento maravilhoso que se chama REDENÇÃO

ONDE HÁ CONSISTÊNCIA, A INFORMAÇÃO É MAIS CONFIÁVEL

Por isso sua doação é muito importante

COMO FAZER: 

📌 PIX: redemption3301.news@gmail.com

📌 INFORMAÇÕES - @GUI_REDEMPTION_NEWS


📌 QR QUOTE 


SOMOS MUITO GRATOS!!

TUDO JÁ FOI PLANEJADO E VAI FICAR MAIS FUNCIONAL PARA TODOS OS PARTICIPANTES E BEM MAIS BONITO.
VAMOS PODER CONVERSAR ENTRE TODOS





EUCALIPTO ARCO-IRIS

  O  EUCALIPTO   A R C O - Í R I S  se destaca pelo colorido do seu tronco, de grande porte, podendo alcançar até 30 metros de altura. Suas ...