sábado, 13 de julho de 2024

O QUE PLANTAR NO INVERNO

 


O inverno traz consigo uma série de desafios únicos para as plantas, incluindo temperaturas mais frias, dias mais curtos e, em algumas regiões, geadas e neve. 

No entanto, com o planejamento correto e a escolha de plantas adequadas, é possível não apenas manter um jardim saudável, mas também desfrutar de uma variedade de cultivos que prosperam durante essa estação. 

Este guia oferece insights sobre o que plantar no inverno, abrangendo desde vegetais nutritivos para uma dieta saudável até flores coloridas, garantindo um jardim produtivo de visual incrível, mesmo nos meses mais frios do ano.

O QUE PLANTAR NO INVERNO

Guia Completo para um Jardim Produtivo e Colorido

Pensando nisso, levantamos aqui alguns pontos que podem sensibilizar seu cultivo::

TEMPERATURAS FRIAS:
As temperaturas baixas podem afetar o metabolismo das plantas, diminuindo seu crescimento e levando à dormência de algumas espécies, que geralmente já estão prontas para a fase, mas que precisam de alguns cuidados adicionais.

Menos Luz Solar: Os dias mais curtos significam menos luz solar disponível para a fotossíntese, o que pode impactar o crescimento e desenvolvimento das plantas.

Geadas e Neve: Em áreas com climas mais frios, as geadas e a neve podem danificar tecidos vegetais sensíveis, resultando em queimaduras de frio e até mesmo na morte das plantas mais delicadas.



COMO O INVERNO AFETA AS PLANTAS!!

Antes de descobrir o que plantar no inverno, é preciso saber como as plantas se adaptam à estação. 

A natureza é perfeita e muitas espécies se preparam para a estação mais fria do ano, pois são resistentes e podem prosperar sob condições climática adversas:

O QUE PLANTAR NO INVERNO – VEGETAIS

FOLHOSAS VERDES:

Espinafre (Spinacia oleracea): Resistente ao frio, o espinafre pode ser plantado diretamente no solo ou em vasos. Prefira variedades adequadas para climas frios e proteja as mudas jovens de geadas.

Alface (Lactuca sativa): Variedades como a alface crespa e a alface lisa são ótimas opções para o inverno. Plantadas em locais com sol pleno, elas crescem rapidamente e são ideais para saladas frescas.

RAÍZES E TUBÉRCULOS:

Cenoura (Daucus carota): Cultivada em solo profundo e bem drenado, a cenoura é resistente ao frio e pode ser colhida ao longo do inverno. Escolha variedades que tolerem temperaturas baixas.

Rabanete (Raphanus sativus): Rápido de crescer e ideal para espaços pequenos, o rabanete é uma ótima opção para plantio no inverno. Suas raízes crocantes são perfeitas para saladas e petiscos.

LEGUMINOSAS:

Ervilha (Pisum sativum): Plantada no início do inverno, a ervilha prospera em climas frios e pode ser colhida no início da primavera. Proteja as mudas jovens de geadas severas.

Feijão-de-vagem (Phaseolus vulgaris): Algumas variedades de feijão-de-vagem são resistentes ao frio e podem ser semeadas diretamente no solo ou em recipientes grandes. 

O QUE PLANTAR NO INVERNO – FRUTAS

CÍTRICAS:

Laranja (Citrus sinensis): Em áreas com invernos amenos, as laranjeiras podem produzir frutas durante o inverno, desde que protegidas de geadas severas e temperaturas abaixo de zero.

Limão (Citrus limon): Outra opção resistente ao frio em regiões mais suaves, o limoeiro pode fornecer limões frescos durante o inverno para uso culinário e medicinal.

FRUTAS DE CLIMA FRIO:

Maçã (Malus domestica): Algumas variedades de macieiras são resistentes ao frio e podem ser plantadas no inverno para florescer na primavera.

Pêra (Pyrus communis): As pereiras também são adequadas para plantio no inverno em regiões com climas amenos a frios, produzindo frutas saborosas na estação seguinte.

O QUE PLANTAR NO INVERNO - FLORES


ANUAIS DE INVERNO:

Calêndula (Calendula officinalis): Resistente ao frio, a calêndula produz flores brilhantes e é uma excelente escolha para bordaduras de jardim e recipientes.

Amor-perfeito (Viola × wittrockiana): Outro membro da família das violas, o amor-perfeito é ideal para climas frios e adiciona uma variedade de cores ao seu jardim de inverno.


O QUE PLANTAR NO INVERNO – ERVAS

PERENES E ANUAIS:

Sálvia (Salvia officinalis): Resistente ao frio, a sálvia é uma erva perene que pode ser colhida durante todo o ano, fornecendo sabor e benefícios à saúde mesmo nos meses mais frios.

Alecrim (Rosmarinus officinalis): Resistente ao frio, o alecrim é uma erva aromática versátil que pode ser cultivada em vasos ou no solo, proporcionando sabor às refeições durante o inverno.

Tomilho (Thymus vulgaris): O tomilho é uma erva resistente que pode crescer bem no inverno, adicionando um aroma delicioso a uma variedade de pratos.

Hortelã (Mentha spp.): Embora a hortelã prefira climas mais quentes, com os devidos cuidados, ela pode ser cultivada em vasos durante o inverno e usada para fazer chás quentes.


Venha Plantar no Inverno Com Nossos Ensinamentos

Cultivar plantas no inverno requer consideração especial das condições climáticas e das necessidades de se proteger as plantas das temperaturas muito agressivas.

Com o conhecimento adequado e a escolha criteriosa das espécies, é possível manter um jardim saudável e produtivo, mesmo quando as temperaturas estão baixas. 

Agora que você já sabe o que plantar no inverno, aproveite este guia para planejar seu jardim de inverno e descubra como a natureza pode prosperar sob os desafios do clima frio.

Pronto para começar seu jardim de inverno? Visite o Sítio da Mata e explore nossa seleção de sementes e mudas ideais para o cultivo nesta estação. 

GOSTOU DAS DICAS?

COMENTE NOS  COMENTÁRIOS..

💛AME A VIDA QUE VOCÊ TEM, ENQUANTO CRIA A VIDA QUE VOCÊ SONHA.💛


FONTE:
SITIO DA MATA







INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

 


CONHEÇA OS 4 PILARES DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Olá!

Você já assistiu ao filme "Divertidamente"?
Esta animação não é apenas uma jornada emocionante, mas também oferece uma perspectiva única sobre como nossas emoções moldam nossas vidas e decisões.

No filme, conhecemos a jovem Riley e suas cinco emoções principais: Alegria, Tristeza, Raiva, Medo e Nojo, cada uma desempenhando um papel crucial na maneira como Riley experimenta o mundo ao seu redor. O que o filme nos ensina, de maneira brilhante, é que todas essas emoções são importantes e desempenham um papel vital em nossa jornada pessoal.

Assim como Riley aprende a lidar com suas emoções e equilibrar suas reações, nós também podemos desenvolver nossa própria inteligência emocional. Saber reconhecer, compreender e gerenciar nossas emoções não só melhora nossa saúde mental e bem-estar, mas também fortalece nossas habilidades de tomada de decisão, comunicação e relacionamento.

Inteligência Emocional no Mundo dos Negócios 💡

No contexto empresarial, a inteligência emocional é um diferencial poderoso. Líderes e equipes que dominam essas habilidades tendem a ser mais eficazes na resolução de problemas, na motivação de suas equipes e na criação de um ambiente de trabalho positivo e produtivo. 

A inteligência emocional pode transformar seu dia a dia e impulsionar o sucesso do seu negócio. Estudos mostram que pessoas com alta inteligência emocional têm melhor desempenho e melhoram o ambiente de trabalho, além do resultado financeiro da empresa.


VAMOS AOS DADOS ? 🎲🎲🎲🎲

A inteligência emocional contribui com 67% das habilidades essenciais para um desempenho superior em líderes (Goleman);

Funcionários com alta inteligência emocional são 20% mais produtivos em todos os níveis de gerenciamento (AT&T);

A inteligência emocional no desempenho de cargos de liderança é 90% importante para manter a equipe unida (TalentSmart).

Gerenciar emoções pode não ser a tarefa mais fácil, mas é essencial dentro de qualquer negócio. Investir em inteligência emocional no trabalho traz inúmeros benefícios, como: aumento da produtividade, melhoria do relacionamento interpessoal e redução do turnover. 

❤️AME A VIDA QUE VOCÊ TEM ENQUANTO CRIA A VIDA QUE VOCÊ SONHA.❤️

CONHEÇA OS 4 PILARES DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL 🧠

Autoconsciência: Reconhecer e compreender suas próprias emoções, pontos fortes, limitações e valores pessoais. A autoconsciência é o primeiro passo para um autoaperfeiçoamento contínuo e uma tomada de decisão mais consciente.

Autogerenciamento: Capacidade de controlar impulsos emocionais e comportamentos, adaptando-se às mudanças e mantendo um alto nível de desempenho sob pressão. Isso inclui gerenciar o estresse, manter a positividade e buscar o crescimento pessoal.

Consciência Social: Compreender e responder adequadamente às emoções e necessidades dos outros. Isso envolve empatia genuína, capacidade de ler sinais sociais e construir relacionamentos colaborativos e inclusivos.

Gerenciamento de Relacionamentos: Habilidade de inspirar, influenciar e guiar os outros de maneira positiva. Isso inclui comunicação eficaz, resolução de conflitos de forma construtiva e cultivar redes de apoio e colaboração. 

FERRAMENTAS PARA MELHORAR SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Aqui estão 4 ferramentas que podem te ajudar a desenvolver sua inteligência emocional: 

Happify: Com técnicas comprovadas, a ferramenta oferece atividades para melhorar seu estado emocional e sua resiliência.

Headspace: Oferece meditações guiadas para reduzir o estresse, melhorar a atenção e dormir melhor.

Daylio Diário: Um diário de emoções que te ajuda a refletir sobre suas emoções e como estão sendo seus dias.

Breathe2Relax: Contém as melhores técnicas de respiração para reduzir o estresse em momentos difíceis.


TUDO QUE VOCÊ PODE DESENVOLVER EM VOCÊ,
ATRAVÉS DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL


Curso Gratuito de Inteligência Emocional

Pensando em aprimorar ainda mais suas habilidades emocionais, o Sebrae Rio está oferecendo um minicurso gratuito sobre inteligência emocional, projetado para ajudar empresários como você a aprimorar suas habilidades de liderança, gerenciamento de equipe e tomada de decisões.

Clique aqui ABAIXO para assistir as aulas.

O QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR NO MINI CURSO ?

➡️ A importância da IE

➡️Identificando e Lidando com as emoções

➡️Equilibro Emocional e as interferências externas

➡️Bournout

➡️O que os grandes estudiosos nos ensinam

➡️Utilizando a IE e construindo uma jornada de sucesso

➡️Colocando em prática e aproveitando os resultados

São apenas 35 minutos de aula! Ao participar deste curso prático e dinâmico, você terá a oportunidade de aprender estratégias comprovadas para desenvolver sua autoconsciência, gerenciar emoções de forma eficaz e cultivar relacionamentos mais positivos e produtivos.

Não perca essa chance de investir em si e no crescimento sustentável do seu negócio. Inscreva-se hoje mesmo e comece a transformar seu potencial em resultados tangíveis!

Seja líder das suas emoções! 

Clique aqui e comece agora a assistir!

https://sites.rj.sebrae.com.br/inscricao/minicurso-inteligencia-emocional-obrigado

ASSISTA GRATUITAMENTE!

* Atenção! Este curso não gera certificado.

GOSTO MUITO DOS CURSOS DO SEBRAE,  JÁ FIZ ALGUNS.

Sebrae Rio 🧡











BAMBUSA CERCA VIVA

 


CERCA VIVA BAMBUSA

Bambusa (Bambusa gracilis): essa espécie é bastante recomendada para  cercas vivas com até 4 metros de altura. Pode fechar muros e espaços em geral de forma bastante eficiente, já que é suficientemente densa para conferir privacidade e requinte ao ambiente.

BAMBUSA A MELHOR CERCA VIVA PARA CLIMA EQUATORIAL

A maior parte do território brasileiro encontra-se nas áreas de baixas latitudes, entre o Equador e o Trópico de Capricórnio. Por essa razão, predominam os climas quentes e úmidos.

Com relação à umidade o clima apresenta algumas diferenças de uma área para outra, desde o superúmido - quando a quantidade de chuva é superior a 2.500 milímetros anuais, até o semiárido - quando a quantidade de chuva situa-se entre 300 e 600 milímetros anuais.

Mapa de Climas do Brasil



Tipos de Climas do Brasil

As regiões brasileiras apresentam 6 tipos de climas classificados com relação às "zonas térmicas" da Terra, são eles:

Equatorial

Tropical

Tropical Semiárido

Tropical de Altitude

Tropical Litorâneo

Subtropical


Clima Equatorial

O clima equatorial é encontrado em regiões localizadas nas proximidades da linha do Equador. Apresenta temperaturas elevadas e grande quantidade de chuvas durante a maior parte do ano. 

Portanto, o clima equatorial se apresenta quente e úmido. Ele predomina em toda a Região Norte e em parte do Centro-Oeste.

A temperatura média anual é superior a 25 ºC, e a amplitude térmica anual (diferença entre a máxima e a mínima temperatura) é pequena. O regime de chuvas varia de acordo com a ação das massas de ar.

No inverno, a região pode receber a influência de frentes frias, em decorrência do movimento de massas de ar vindas do polo.

Nessas ocasiões, ocorre o fenômeno chamado de friagem, com a queda brusca de temperatura que pode chegar a 10 ºC.


Clima Tropical

O clima tropical é encontrado na região central do Brasil, com maior predominância na Região Centro-Oeste.

Esse clima apresenta duas estações bem definidas: inverno com temperaturas amenas e seco, e verão quente e chuvoso.

As temperaturas médias anuais são superiores a 18 ºC e amplitude térmica anual de até 7 ºC. As chuvas variam de 1.000 a 1.500 mm/ano.

Quanto a umidade, na região central do país predomina o clima semi-úmido.


Clima Tropical Semiárido

O clima tropical semi-árido é típico das Região Nordeste do Brasil, compreende uma área com chuvas e outra onde as chuvas são raras e ocorrem as temperaturas mais altas do país.

Apresenta temperaturas médias anuais em torno de 27 ºC e amplitude térmica ao redor de 5 ºC. As chuvas, além de irregulares, não excedem os 800 mm/ano. Compreende a região do Polígono das Secas.


Clima Tropical de Altitude

O clima tropical de altitude predomina nas áreas serranas da Região Sudeste. Por causa da altitude mais elevada, apresentam as temperaturas mais baixas de todo o domínio tropical, com média inferior a 18 ºC.

Apresenta ainda amplitude térmica anual entre 7 ºC e 9 ºC, com regime de chuvas semelhante ao do clima tropical. A entrada de frentes frias no inverno pode provocar geadas.


Clima Tropical Litorâneo

O clima tropical litorâneo predomina em grande parte do litoral do país, se estende desde o Rio Grande do Norte até o estado do Rio de Janeiro. Influenciado pela atuação da massa de ar Tropical Atlântica, o clima nessa região é quente e chuvoso.

Com temperaturas médias anuais entre 18 ºC e 26 ºC e índice pluviométrico de cerca de 1.500 mm/ano. Sendo que no litoral do Nordeste as chuvas são mais intensas no outono e no inverno. No litoral do sudeste, são mais fortes no verão.


Clima Subtropical

O clima subtropical ocorre na Região Sul do país, abaixo do Trópico de Capricórnio, e daí seu nome Subtropical.

O clima subtropical apresenta duas estações do ano bem demarcadas: verão quente e inverno rigoroso, quando podem ocorrer geadas ou neve.

As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, entre 1.500 mm e 2.000 mm/ano. As temperaturas médias anuais quase sempre ficam abaixo de 18 ºC, com amplitudes térmicas entre 9 ºC e 13 ºC.


VEJA O VÍDEO

TODOS OS CLIMAS DO BRASIL 
https://www.youtube.com/watch?v=ltC9e2RpVzQ&t=11s











BAMBU GUADUA

 


O plantio de  cercas vivas é uma prática bastante comum, principalmente por pessoas que tenham interesse em soluções naturais para a separação e fechamento de ambientes ou para paisagismo. Saber como  plantar  cerca viva é essencial para ser possível obter os resultados esperados.

Porém, algo que muitas pessoas não sabem ou não dão a devida atenção é o fato de que não basta entender como  plantar  cerca viva, é essencial conhecer quais são as espécies ideais para cada tipo de clima. Se espécies com baixa resistência ao calor forem plantadas em lugares muito quentes, elas tendem a morrer ou não se desenvolver adequadamente.

Se você está interessado em plantar cerca viva para clima quente, saiba quais espécies são mais adaptáveis a essas temperaturas e tenha condições de cultivar uma cerca viva linda e que se desenvolverá de maneira saudável!


QUAIS SÃO OS CLIMAS QUENTES ?

Antes de saber quais são as melhores espécies, é bom definir o que é clima quente.

Basicamente, climas quentes ocorrem na zona intertropical, que é a região do planeta que se localiza entre os trópicos de Câncer e Capricórnio. Existem 3 climas compreendidos nos quentes, que são o equatorial, o tropical e o desértico quente, sendo que apenas o último não pode ser encontrado no Brasil.

O clima tropical atinge os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e também o Distrito Federal. 

Já o clima equatorial abrange os estados de Roraima, Rondônia, Pará, Amapá e Amazonas, além de parte do Maranhão, Mato Grosso e Tocantins.

Agora que você já sabe em quais regiões cada clima atua, veja algumas espécies de  cerca viva que são perfeitamente adaptáveis a essas regiões. 



BAMBU GUADUA

Bambu Guadua (Guadua angustifolia): essa cerca viva já pode alcançar uma altura bem maior, de até 20 metros. Ela não alastra e apresenta nós brancos, o que dá um visual bem interessante com as hastes verdes. 

O processo de como  plantar  cerca viva é bastante simples e trará excelentes resultados, desde que sejam utilizadas mudas de boa qualidade.

Primeiramente, deve ser preparado o espaço em que as mudas serão plantadas. O solo nessa área deve ser plano e repleto uniformemente de terra. Caso haja qualquer tipo de erva crescendo nesse espaço, ela deve ser retirada totalmente, desde sua raiz, para que não cresça posteriormente e atrapalhe o desenvolvimento das mudas.

O solo deve ser preparado com um composto fertilizante de boa qualidade para depois receber as mudas. O espaço entre cada uma delas varia de acordo com a espécie, portanto se informe com o viveiro ou com pessoas especializadas para garantir que elas cresçam bem, nem com muita distância e nem muito juntas.

O próximo passo é cobrir as mudas com folhas e regar o solo, para deixar a mistura homogênea. As mudas devem ser aguadas todas as semanas e com mais frequência no verão, bem como fertilizadas aproximadamente 2 vezes por semana.

O processo de como  plantar  cerca viva não para por aí, afinal, para deixar o formato de acordo com o desejado, as mudas devem ser podadas sempre que necessário, pois caso contrário crescerão para vários lados e poderão ficar desarmônicas. 

Ao seguir os passos que foram citados, você terá plenas condições de como  plantar  cerca viva em clima quente e ter um resultado muito bonito, agradável e duradouro. Conte com os produtos do Sítio da Mata e tenha mudas saudáveis, que se desenvolverão perfeitamente e formarão uma ótima cerca viva. 

O QUE SE PODE FAZER COM O BAMBU GUADUA?



UMA CABANA



UMA VARANDA



COMPOSIÇÃO NA SALA DE ESTAR



UM PERGOLADO


FONTE:








sexta-feira, 12 de julho de 2024

CERCA VIVA COM BAMBU CANA

 


Esta planta majestosa e exuberante não apenas adiciona um toque de elegância natural, mas também é muito utilizada em áreas degradadas ou com cerca viva, separando e delimitando ambientes.

Que tal aprender a cultivar o Bambu Cana da Índia? Continue na leitura para saber mais!


Características do Bambu Cana da Índia

O Bambu Cana da Índia é uma espécie da família Poaceae, nativa da Ásia, conhecido por seu rápido crescimento, podendo atingir alturas impressionantes em um curto período de tempo, podendo chegar aos 7 metros de comprimento em sua fase adulta.

Seus caules verticais e elegantes adicionam uma sensação de verticalidade e exuberância ao ambiente, motivo pelo qual se destaca como cerca viva.

As folhas do Bambu Cana da Índia são longas, estreitas e de um verde vibrante, criando uma densa cobertura que proporciona sombra e privacidade em seu jardim.


BAMBU CANADA INDIA, muito bom para cerca viva de médio porte, pois fica bem cheio. 

Quando Podado, galhos e folhas se adensam, formando pleno fechamento. 

É bastante utilizado em cervas perto de muros em casas e condomínios. 

Aconselhado para fechar espaços, contenção de vento, poeira e barreira acústica. 

É levemente alastrante (monopodial), mas de fácil contenção. 

Nome popular: Bambu Cana da Índia

Nome científico: Phyllostachys aurea

Família: Poaceae ou Gramineae

Origem: Ásia

Ciclo de vida: Perene

Folha: folhas e hastes verdes 

Crescimento da Planta: Tempo (anos) - Altura (metros) 1º ano: 2,00 a 2,50 2º ano: 3,00 a 4,00 3º ano: 5,00 a 7,00 4º ano: Adulto (diâmetro: 4 a 6 cm)

Como Adubar Essa Planta: Aconselhamos aplicar adubo orgânico no primeiro ano (300 gramas a 1 kg), três vezes no período das chuvas, começo meio e final das chuvas.

No segundo ano - 1 kg até 3 kg (três vezes por ano) e no terceiro ano - acima de 3kg (três vezes por ano).

Caso para você seja inviável adubo orgânico, aconselhamos formula (NPK) - 10;10;10 no 1 ano - 100g, no 2 ano - 200g e 3 ano - 300g. Para formulados (NPK) - 20;5;20, no 1 ano - 80g, no 2 ano - 150g e 3 ano - 250g.

Importante: O coroamento com adubo NPK deve ser feito no período das chuvas. Não deixe que o adubo fique em contato direto com os brotos para evitar queimaduras.


CERCA MONTADA COM BAMBU CANA DA INDIA

Como Regar Essa Planta: Quando for feito o plantio das mudas, é importante manter a terra úmida mas não encharcada no inicio (primeiro mês). Recomendamos a rega a cada três dias, se não chover, obviamente.

A maioria das espécies de bambu não se adapta bem em terrenos alagados como pântanos onde a agua é perene. Se houver enchentes de 3 meses por ano, como em beira de rios, por exemplo, não a problemas.

Vai em qual clima: Adapta-se bem em climas tropicais e sub tropicais e temperados. Suporta temperatura mínima de - 15º C

Nativa de qual clima: temperado 

Aceita poda? - Sim, é possível poda-lo para praticamente qualquer altura, desde meio metro um metro ou dois. Quando podado o Cana da Índia fica mais cheio de folhas.

Vai na sombra? - Sim, meia - sombra

Altura das mudas: altura: 60 cm, em media, para SEDEX e mudas com até 3 metros para envio por caminhão

Formigas matam? - Não, diferentemente do eucalipto, bambu não atrai formigas e não é necessário aplicar formicidas. 

GOSTOU DAS DICAS?

COMENTE NOS COMENTÁRIOS..


FONTE:
SÍTIO DA MATA








ROSA LILÁS

 


GOSTOU DESSA FLOR?

COMENTE NOS COMENTÁRIOS..

As rosas são algumas das flores mais populares que existem.
São encontradas em várias tonalidades diferentes.
E uma das mais lindas é, sem dúvida, a rosa lilás. 

Nome popular: Rosa Lilás

Nome Científico: Rosaxgrandiflora

Família: Rosaceae

Origem: Ásia, China, Japão

Ciclo de vida: Perene

Folha: As folhas são simples, partidas em 5 ou 7 lóbulos de bordos denteados.

Crescimento da planta: até 2,00 m

Quando da frutos? Ano todo

Frutos: Os frutos são pequenos, normalmente vermelhos, algumas vezes comestíveis.

Quando da Flores? Ano todo


FLORES

As flores, na maioria das vezes, são solitárias. Apresentam originalmente 5 pétalas, muitos estames e um ovário ínfero.


COMO ADUBAR ESSA PLANTA ? 

Plantio: Adubo para Plantio - Na aplicação direto no solo, independente da espécie recomendamos usar 200 gramas para cada um metro quadrado. Se for aplicar o adubo misturado na terra para um vaso ou jardineira, a dose é de 5 gramas para cada um litro de terra. 

E quando a aplicação é na cova de plantio recomendamos a dosagem conforme o tamanho da cova: 30x30x30 cm seria 150 gramas; 40x40x40 cm seria 300 gramas; 60x60x60 cm seria 1 Kg; e cova de 80x80x80 seria 2,5 Kg do adubo por cova. 

Espalhar sobre a terra e regar em seguida, ou misturar o produto junto da terra/solo de plantio, revolvendo-a para que o adubo se misture bem. 

Manutenção: Adubo para Flores - Para plantas em vasos, jardineiras e forrações a recomendação é diluir 10 gramas em 1 litro de água e regar.

E para flores em canteiros no solo recomendamos 50 gramas (1 copo plástico de café) para cada 1 metro quadrado. 

Para vasos, jardineiras e forrações a frequencia é semanal. E para os canteiros de flores a aplicação é a cada 15 dias.


Como regar essa planta? Gostam de solo úmidos porém sem encharcamento.

Vai em qual clima? Temperado

Nativa de qual clima? Temperado

Aceita poda? Sim

Vai na sombra? Prefere sol pleno

Mudas com qual altura? até 60 cm













PERGOLADOS

 

PERGOLADO COM ARVORES AO REDOR


Ter um jardim em casa já é um privilégio. Ter um jardim que conta com um pergolado é ainda uma excelente opção para deixar sua área externa com um visual incrível.

Mas para completar este cenário, você precisa conhecer as espécies de plantas para cobrir pergolado e como cultivá-las.

Continue a leitura deste texto para entender o que é quais os tipos de plantas para cobrir o pergolado!


O QUE É UM PERGOLADO?

O pergolado nada mais é que uma estrutura, geralmente feita de madeira, ideal para compor o visual de um jardim. O pergolado forma uma espécie de gazebo ou varanda que, em composição com as plantas, podem servir não só como decoração, mas também como uma área de sombra, charmosa e acolhedora, para você contemplar a beleza do verde no seu quintal.


QUAIS AS PLANTAS PARA COBRIR UM PERGOLADO?

As plantas para cobrir pergolado mais indicadas são as espécies trepadeiras. Isso porque as trepadeiras nos presenteiam com uma floração linda, ornamental, transformando seu projeto paisagístico em um cenário carregado de romantismo com cores e aromas.


Além disso, os pergolados oferecem o suporte adequado para que as trepadeiras se desenvolvam plenamente, uma vez que essas espécies necessitam de uma sustentação para crescerem. 


LISTA COM DEZ PLANTAS PARA COBRIR PERGOLADO

🌺Alamanda Roxa

🌺Cuspidaria

🌺Bouganville Rosa

🌺Ipomeia Rubra

🌺Jade Azul

🌺Jade Vermelha

🌺Primavera Americana

🌺Rosa Trepadeira

🌺Sapatinho de Judia

🌺repadeira Lágrima de Cristo

🌺Trepadeira Sete Léguas



A combinação de plantas com um pergolado é realmente um curinga para o paisagismo de jardins. Todas estas espécies de plantas para cobrir pergolado que listamos acima vão deixar seu ambiente muito mais colorido, aconchegante e encantador.


Ao escolher a sua espécie preferida, procure entender as melhores condições do solo, do clima, da iluminação e frequência de rega para que sua trepadeira tenha um desenvolvimento saudável.


Geralmente as plantas para cobrir pergolado são espécies rústicas, bastante resistentes, que demandam poucos cuidados e têm crescimento rápido.


Ainda para compor o paisagismo desta estrutura, além de plantas para cobrir pergolados, você pode optar por espécies pendentes, em vasos ao chão ou cestos suspensos. 


Explore o visual das plantas para pergolado no seu jardim e use da criatividade e da delicadeza das flores para construir um ambiente novo em seu quintal: um espaço para leitura, uma mesa para o café, uma espreguiçadeira, um balanço, uma rede ou simplesmente uma poltrona para contemplar a natureza e jogar conversa fora. Ideias não vão faltar para aproveitar o espaço ao ar livre!


Aproveite as condições climáticas da primavera e inicie o cultivo da sua trepadeira!


Acesse o site www.sitiodamata.com.br e descubra muito mais opções de plantas para cobrir pergolado.


No Sítio da Mata você encontra também ferramentas, vasos, insumos e toda variedade de espécies para horta e jardim.


Temos conteúdos exclusivos com dicas para cultivo!


Mantenha-se conectado com a natureza e, de brinde, traga alegria e sofisticação para seu jardim.


GOSTOU DAS DICAS?

COMENTE NOS  COMENTÁRIOS..

FONTE:
PERGOLADO








CAPIM DOS PAMPAS

 

MAS, É BONITA DEMAIS.. ALIÁS.. APAIXONANTE!!

Planta herbácea rizomatosa e entouceirada, nativa da região dos pampas. Muito ornamental é constituída de colmos numerosos, folhagem densa e inflorescências plumosas. Usada na decoração de jardins como planta isolada, formando um belo efeito ornamental quando em gramados amplos.

Nome popular: Capim-dos-Pampas

Nome Ciêntífico: Cotaderia selloana

Família: Perene

Origem: América do Sul

Ciclo de vida: Perene

Folha: As folhas são lineares, numerosas, rígidas e de margens ásperas (cortantes), de cor verde-azulada.

Crescimento da planta: até 2,5 m

Quando dá Flores? Verão-Outono

Flores: as inflorescências em panículas plumosas, grandes, densas e branco-pranteadas.

CAPIM DOS PAMPAS BRANCO

COMO ADUBAR ESSA PLANTA ?

🌿PLANTIO: Adubo para Plantio - Na aplicação direto no solo, independente da espécie recomendamos usar 200 gramas para cada um metro quadrado. Se for aplicar o adubo misturado na terra para um vaso ou jardineira, a dose é de 5 gramas para cada um litro de terra.

E quando a aplicação é na cova de plantio recomendamos a dosagem conforme o tamanho da cova:
🌿30x30x30 cm seria 150 gramas;
🌿40x40x40 cm seria 300 gramas;
Espalhar sobre a terra e regar em seguida, ou misturar o produto junto da terra/solo de plantio, revolvendo-a para que o adubo se misture bem.

🌿Manutenção: Adubo para Jardim - Para plantas em vasos, jardineiras e forrações a recomendação é diluir 10 gramas em 1 litro de água e regar.

E para arbustos, árvores e plantas ornamentais como palmeiras, bambus, árvores e folhagens, a dosagem é de acordo com a altura da planta: até 0,5 metro usa-se 30 gramas; de 0,5 a 1,50 m usa-se 60 gramas; e acima de 1,50 m a dosagem é de 100 gramas por planta.

Para vasos, jardineiras e forrações a frequência é a cada 15 dias.
E para arbustos e plantas ornamentais recomenda-se aplicar a cada 45 dias. Se aplicar o produto diluído em água basta apenas regar o solo com a mistura.

E para plantas no solo espalhar o produto sobre a terra em volta da muda, sem encostar no tronco, e regar em seguida. 

CAPIM DOS PAMPAS AMARELOS

Como Regar Essa Planta? Necessita de regas periódicas, principalmente quando jovem, sem encharcar e é tolerante a estigma e quando adulta.

Vai Em Qual Clima? Pode ser cultivada em climas quentes mas é muito tolerante ao frio e geadas.

Nativa De Qual Clima? Subtropical, Equatorial, Tropical

Aceita Poda? Recomenda-se a poda drástica da planta a cada ano, cortando-se toda a planta próximo ao chão, geralmente no final do inverno e início da primavera.

Vai na Sombra? Sol pleno

Mudas Com Qual Altura? até 80cm

Capim dos pampas (Cortaderia selloana), também conhecido como penacho ou plumas de avelã, é uma planta ornamental exuberante conhecida por suas grandes inflorescências plumosas. 

Pertence à família Poaceae, também conhecida como família das gramíneas, o capim dos pampas é uma planta nativa das regiões subtropicais da América do Sul, particularmente dos pampas argentinos e do Uruguai. 

O capim dos pampas é uma planta perene de crescimento rápido, formando densas touceiras. Suas raízes são fibrosas e profundas, o que lhe confere uma boa resistência à seca. Pode crescer até 2,5 a 3 metros de altura. 

As folhas do capim dos pampas são longas e estreitas, em forma de fita, com bordas cortantes, mas a característica mais distintiva do capim dos pampas são suas inflorescências plumosas e fofas. Surgem no final do verão e início do outono, elevando-se acima da folhagem em grandes plumas brancas, rosa ou prateadas, que podem chegar a 50 centímetros de comprimento.

CAPIM DOS PAMPAS ROSADO

ONDE CULTIVAR A MUDA DE CAPIM DOS PAMPAS? 

O capim dos pampas é considerado uma espécie resistente, amplamente cultivado como planta ornamental em jardins e paisagens, proporcionando um visual exuberante e dramático. No entanto, é importante considerar seu tamanho e o espaço necessário antes de plantá-lo, pois suas plumas podem se espalhar consideravelmente.


COMO CULTIVAR A MUDA DE CAPIM DOS PAMPAS?

O capim dos pampas é uma planta relativamente fácil de cultivar, desde que sejam fornecidas as condições adequadas de solo, clima, luz e rega. Aqui estão algumas dicas para cultivar o capim-dos-pampas:

Solo: O capim dos pampas prefere solos férteis e bem drenados. Certifique-se de que o solo tenha boa drenagem para evitar o acúmulo de água ao redor das raízes. Se o solo for muito compacto ou argiloso, você pode melhorar a drenagem adicionando matéria orgânica.

Clima: O capim dos pampas é nativo de regiões subtropicais e prefere climas com verões quentes e invernos moderados. É uma planta resistente ao frio moderado, mas pode ser danificada por geadas intensas ou prolongadas. Em áreas com invernos rigorosos, é recomendável proteger as plantas com coberturas adequadas. 

Luz: O capim dos pampas requer luz solar plena para um crescimento saudável e para a produção de suas belas plumas. Certifique-se de que as plantas sejam expostas a pelo menos 6 horas de luz solar direta por dia. Menos luz solar pode resultar em um crescimento mais fraco e menos plumas.

Rega: O capim dos pampas é relativamente tolerante à seca, mas ainda requer regas regulares, especialmente durante períodos de estiagem prolongada. Mantenha o solo ligeiramente úmido, mas não encharcado. Evite regar demais, pois o excesso de umidade pode causar o apodrecimento das raízes. Verifique a umidade do solo regularmente e ajuste a frequência de rega de acordo com as necessidades da planta e as condições climáticas.

CAPIM DOS PAMPAS LILÁS

ONDE ENCONTRAR MUDA DE CAPIM DOS PAMPAS PARA CULTIVO? 

No Sítio da Mata você encontra muda de capim dos pampas para ornamentação de jardim. Estamos há mais de 24 anos cultivando, propagando e comercializando mudas de diversas espécies para paisagismo.


Veja também como plantar outras mudas da família Poaceae:

https://www.sitiodamata.com.br/capim-chorao-capim-barba-de-bode-eragrostis-curvula.html


https://www.sitiodamata.com.br/capim-chor-o-eragrostis-curvula-1.html


https://www.sitiodamata.com.br/capim-do-texas-verde-pennisetum-setaceum.html


SOBRE ENVIO DA MUDA DE CAPIM DOS PAMPAS 

Ao adquirir sua muda de capim dos pampas, você conta com a praticidade da entrega, via caminhão ou transportadora.

Todos os protocolos de segurança são seguidos durante a embalagem da muda, para que sua encomenda chegue em perfeitas condições até você.

PLUMAS EM DIVERSAS CORES DE CAPIM DOS PAMPAS
PARA DECORAÇÕES








O QUE PLANTAR NO INVERNO

  O inverno traz consigo uma série de desafios únicos para as plantas, incluindo temperaturas mais frias, dias mais curtos e, em algumas reg...