domingo, 16 de julho de 2023

ROSÁRIO DA VIDA PARTE 02

 


Continuação de:. Rosário da Vida Parte 01

As abelhas no seu cortiço, todas trabalhando e dando vivas ao grande oriente, ao RACIONAL que aqui está. Oriente que dizer: o ponto orientador, o ponto máximo em elevações.

E todas essas abelhas trabalhando para a emancipação de si mesmas com toda atenção, volvendo para o mel dos méis que aí está. Mel, significa tudo de bom, tudo de melhor, tudo mais do que bom ainda.

Portanto, as abelhas de ambos os sexos, todas em fúria para vencerem, cada qual fazendo por onde, para si mesmas engrandecerem.

Esta leitura representa o cortiço, e EU, o Senhor, diligenciando o suprimento do mel, ensinando as abelhas a serem fabricantes do precioso líquido que se chama a felicidades de todos. A felicidade que brilha no mundo, é uma felicidade sem base e a felicidade sem base sólida, deixa de ser felicidade e expõe os viventes à vida dos transes, procurando a felicidade sempre e quanto mais procuram, mais longe ela sempre se torna. E outros, passando por momentos insignificantes, na esperança vaga de serem felizes, morrendo e ficando por alcançar a tal felicidade que no mundo é tão falada, mas que nunca foi encontrada, porque não há este no mundo que diga: “_ Eu sou feliz!” Porque, quando está bem de um lado, está mal de outro, quando está satisfeito de um lado, mal satisfeito de outro e por isso, a tal felicidade nunca foi encontrada.

Por quê? Porque o mundo é de lutas e onde há lutas, há sofrimento e não há felicidade. Uns, lutam pelos amores; outros, por negócios; outros, para melhorar de vida; outros, com doenças; outros, para vencerem seus ideais, na esperança disto, na esperança daquilo, na esperança de alcançarem o que desejam. Enfim, a vida é de lutas e onde existem lutas não pode existir felicidade. Existe sim, o sofrimento e o sacrifício

Luta o rico, luta o pobre, todos lutam. Portanto, se a natureza não é feliz, não regula, como podem regular? 

Uma vez não sendo regulados, não são felizes. O próprio tempo não regula, porque são filhos dessa natureza desregulada. Uma hora, frio demais, outra, frio irresistível, que castiga, maltrata e às vezes mata. Chuva, vento, enfim, expostos aí, à natureza, que não regula. Doenças de todas as formas e de todas as espécies. No meio de todos os precipícios, enfrentando todos esses perigos da vida e muitas vezes a ponto de quase perderem a vida. Portanto, se são filhos de uma natureza que não regula, como os viventes podem ser felizes, se não regulam?

A felicidade é uma palavra que só está no nome, arranjada para amansar e aliviar os que não conhecem a vida, como quem diz: “_ Façam isto, para verem se são felizes”. E sempre procurando a felicidade e nunca encontrando. A mãe, que felicidade pode ter, sempre preocupada com seus filhos? O pai, que felicidade pode ter, preocupado da mesma forma? E por estarem preocupados, se maldizem, sofrem, lutam e enfrentam todas as dificuldades: sol, chuva, sereno, uma infinidade de preocupações.

Isto é para vos provar que a felicidade sempre ficou na esperança e por isso, aí está a vida de aventuras, na incerteza de tudo e de si mesmo.

Que é da felicidade? Onde está ela? Só com a IMUNIZAÇÃO RACIONAL ela pode ser alcançada, porque EU provo que o vivente imunizado é um vivente feliz, é um vivente que está sempre certo em tudo e onde está o certo, está aí a felicidade. O que está certo, vive certo e não na incerteza como todos vivem.

EU, com a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, provo e comprovo como todos são felizes, porque o vivente imunizado tem soluções de tudo, com certeza. Sabe o que é e o que não é; não vive iludido e recebendo os golpes da ilusão. Que infelicidade!

O vivente imunizado Racionalmente pode dizer com certeza, porque prova o que diz: “_ Eu sou feliz!” E todos os imunizados Racionalmente são felizes, como futuramente todo o mundo o será, por todos abraçarem a IMUNIZAÇÃO RACIONAL de braços abertos para a felicidade de si mesmos.

Quem é este que quer ser infeliz? Ninguém!

E assim, a IMUNIZAÇÃO RACIONAL imperando universalmente, todos ficando senhores de si mesmos e obedecendo a um só: o RACIONAL SUPERIOR. Porque todos serão imunizados, todos se compreenderão e do jeito que vivem, espiritualizados, ninguém se entende, nem a si mesmo e por isso, desentendidos sempre.

Está provado que não existe a felicidade, mas que agora vai existir, com a IMUNIZAÇÃO RACIONAL, porque todos sabendo, há compreensão entre todos e acaba esta catacumba infernal, os sofrimentos da vida desaparecem e desaparecem os queixumes, as agonias e a felicidade brilhará entre todos, porque todos se compreenderão e onde todos se compreendem, há felicidade.

Portanto, tratem de ler, sejam constantes na leitura para a felicidade de si mesmos. Nunca aprenderam a ser felizes; agora é que estão começando a aprender e para aprender é preciso ler consecutivamente. Sim, aprenderem a ser felizes, não como os ensinamentos do mundo são, ensinamentos de infelicidade e não de felicidade e sim, com o ensinamento da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, que faz o vivente feliz; tudo de bom lhe chegando, tudo de bom lhe aumentando, sempre multiplicando.

O vivente, de posse da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, continuará a ler outras coisas de grande utilidade sobre os pontos Racionais. Agora é o princípio; é preciso que o vivente seja assíduo na leitura, para que alcance mais depressa a IMUNIZAÇÃO RACIONAL.

Portanto, essa abelhas dentro deste cortiço, com o mel de salvação em todos os pontos de vista, e muitos, por não lerem, perdem tempo atrasando a própria felicidade. O vivente imunizado, pode-se dizer completo de tudo, trazido e resolvido tudo, pela IMUNIZAÇÃO RACIONAL.

Portanto, não há o que pensar, a não ser ler todos os dias e quanto mais vezes melhor, para mais depressa ver tudo resolvido e mais ligeiro ter as soluções de tudo, pois na imunização está tudo que o vivente precisa; está a solução de tudo e muito além ainda. Está aí a planta da felicidade, a IMUNIZAÇÃO RACIONAL. Imunização quer dizer: salvação. Salvou-se, redenterizou-se, remiu os pecados, embargou todos os transes amargos, embargou a infelicidade. 

Todas essas provas, sólidas e bem sólidas, claras, limpas, cristalinas e puras, vão encontrar na Escrituração, nesta mesma conjuração, tintim por tintim, nascendo as provas no próprio vivente que vai sendo imunizado e vai vendo a transformação como da água para o vinho, sempre para melhor em tudo; provas estas consolidadas e consolidando com todas as instruções que EU exponho da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, ou de seus resultados, desconhecidos por todos no mundo, que nunca ouviram falar em IMUNIZAÇÃO RACIONAL, a não ser agora, que de muito já aqui nasceu este brilhante dos brilhantes, este tesouro dos tesouros, para o equilíbrio de todos, sobre todos os pontos de vista.

Imunização quer dizer: riqueza das riquezas, poder dos poderes, a neve invisível da felicidade sobreposta à luz alcandorada de todos os seres deslumbrantes, de todas as virtudes cristalinas e limpas. Regulagem sobre todos os pontos de vista, todos andando regulados, todos se entendendo e se compreendendo, uns com os outros.

Então pergunta o vivente: “_ E isto é pra já?” Digo EU: para o Universo ser ciente falta pouco. Isto é para o vosso tempo.

Pergunta o infante:

“_ E todos alcançarão? Vamos ver isto brilhar no Universo?” Vão!

“_ Vamos ver brilhar entre todos?” Vão!

“_ Vamos ver todos brilharem com isto?” Vão! Quem é este que quer deixar o certo pelo duvidoso? Quem é que não quer se engrandecer em todos os pontos de vista e se elevar? Quem é este que quer sofrer? Ninguém! Quem é este no mundo que não ambiciona? Todos!

E assim, se espalhará pelo mundo inteiro como em um relâmpago. Todos querem ver, todos querem saber, todos fazem questão de obter, todos querem ser imunizados para o bem de si mesmos. Sim, todos universalmente ficando imunizados em um período de tempo insignificante. 

A IMUNIZAÇÃO RACIONAL dará à todos a planta da felicidade por meio da Escrituração Racional, porque nela está o porquê de tudo, o porquê de serem assim como são e o porquê do mundo assim ser; antes de tudo ser assim como é, como era e porque era, porque deixaram de ser o que eram para serem como são e porque o mundo deixou de ser como era, para ser o que é; antes de ser o que era, como eram e porque eram, antes de serem assim, como viviam e porque viviam, porque deixaram de viver como viviam, e qual foi a causa e a origem de virem se transformando e deformando, até chegarem a essa deformação e a conclusão dela. Enfim, a solução provada e comprovada, solidificada, pura e cristalina de todas as formas, de todos os jeitos, para a consolidação de todos que nunca pensaram, nem imaginaram que tal pudesse chegar no mundo

E assim, tudo vem nessa transformação e antes dela, tudo vem a saber. O princípio da deformação e toda a sua trajetória até chegar a este ponto, tintim por tintim; o fim da deformação, o fim de todos, e de tudo, para onde tudo isso vai e para onde todos vão, que é de onde todos saíram e deixaram de ser o que eram para serem o que são.

Diante da IMUNIZAÇÃO RACIONAL não nascerão mais aí, e sim, em vez dos corpos tornarem aí a nascer, vão nascer na parte Racional. A imunização vai tratando de transportar as sementes, que são a origem desses corpos, para a parte Racional e cá, então, formando outros corpos muito diferentes desses, na grande planície cá em cima, muito além do sol, onde estão os Racionais com o seu progresso de pureza, muito diferente desse; e na Escrituração vão saber tintim por tintim.

A formação dos corpos aí na Terra é derivada de sete sementes e estas sementes, em partículas e estão nos seguintes lugares: uma no sol, uma na lua, nas estrelas, na água, na terra, nos animais e nos vegetais. Por isso, o corpo depende destas sete partes, destas sete partículas que, reunidas, formam o corpo humano. O vivente, por meio da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, é imunizado e a imunização vai tratando de locomover estas sete sementes, estas sete partículas, para a planície cá em cima, Racional; cá então, vai se formando outro corpo muito diferente desse e o vivente, por meio da imunização, não nascerá mais aí nesse mundo, e sim cá em cima, na PLANÍCIE RACIONAL, onde todos são puros, limpos e perfeitos, sem defeitos. O progresso é de pureza, muito diferente desse e não há sofrimento de espécie algum.

Isto, são umas insignificantes provas para dar a formação e mostrar aos viventes que o conhecimento é de equilíbrio, voltando ao lugar de origem, porque não nascerão mais aí enquanto viverem aí, com a espiritualização, nunca disso poderão sair. Sim, porque enquanto existir o sol, a lua, estrelas, água, terra, animais e vegetais, seriam sempre os mesmos aí a nascer, e só por meio da imunização, verão essa transformação, dessas sete partes aí deformadas nessas condições, para o estado natural, que é cá em cima, na parte Racional.

E assim, será feita a felicidade de todos, universalmente, por meio da IMUNIZAÇÃO RACIONAL, e todos chegando em seus lugares, de onde saíram. Tudo isto vão saber na Escrituração, pois conforme vão sendo imunizados, vão sendo tiradas estas partículas do sol, das estrelas e dos outros seres. O sol vai diminuindo o seu calor, o seu tamanho, a lua, as estrelas e depois que todos estiverem cá, não existirá mais sol, lua ou estrelas; vão desaparecendo nestas condições, porque as virtudes de que se formaram são transportadas para a PLANÍCIE RACIONAL, que tudo isso vão saber na Escrituração: antes de ser terra o que era, antes de ser água o que era e porque era, de onde principiou tudo, antes de ser sol o que era, o princípio da lua, estrelas, de tudo e de todos.


Continua em:. Rosário da Vida Parte 03







Nenhum comentário:

Postar um comentário

A GRAFICA PERTINHO DE VOCÊ

  UMA GRÁFICA DE TIRAR O CHAPÉU!! TUDO PERTINHO DE VOCÊ. ESCOLHA SEU SERVIÇO AQUI https://ninki.com.br/cards/ninki.html O QUE FAZEMOS: SERVI...