sábado, 23 de setembro de 2023

PROFISSÕES QUE PODEM DESAPARECER

 


PROFISSÕES QUE VÃO SUMIR

AS VINTE PROFISSÕES QUE PODEM DESAPARECER EM 10 ANOS

O mundo está mudando rapidamente, tanto é que alguns serviços que não eram disponibilizados há apenas alguns anos, hoje, já são indispensáveis, como o serviço de transporte via aplicativos de celular.

As transformações do mundo também se aplicam ao trabalho, sendo que algumas funções estão deixando de ser importantes ou passando a ser executadas por robôs. 

SERÁ QUE A SUA PROFISSÃO VAI ACABAR?

Para saber quais e por que isso está acontecendo, listamos as que correm mais risco e quais as causas para essas mudanças tão profundas. Saiba mais sobre o futuro do trabalho e algumas profissões em alta neste artigo! 

QUAL A RELAÇÃO ENTRE AUTOMAÇÃO E O FUTURO DO TRABALHO ?

O avanço da tecnologia está tornando a vida das pessoas mais conveniente e fácil. Mas isso não quer dizer que tudo é perfeito, pois uma das consequências do uso da tecnologia é a extinção de algumas profissões que, até bem pouco tempo atrás, não só eram respeitadas, como muito bem-remuneradas.

É também verdade que, devido à mesma tecnologia, algumas profissões estão surgindo e já têm grande demanda. Em resumo, é preciso estar sempre se atualizando sobre as profissões do futuro, para que não invista em uma carreira que pode não trazer o retorno esperado não só financeiramente, mas também na questão da realização pessoal.

A automação tem uma estreita relação com a extinção de algumas profissões, já que ela pode substituir o trabalho humano, seguindo processos de forma mais rígida e com maior produtividade.

Assim, as pessoas estão deixando de trabalhar em áreas que podem ser automatizadas para entrar em áreas mais específicas, que exigem criatividade e a inovação para entregar boas soluções para seus clientes ou clientes das empresas em que trabalham.

Um exemplo são as profissões ligadas ao próprio sistema de automação, como especialista em ciber segurança ou em Big Data. Afinal, é preciso proteger e analisar os dados gerados e coletados em um sistema que está substituindo os procedimentos que antes eram realizados por pessoas.

QUAIS AS CAUSAS PARA A EXTINÇÃO DAS PROFISSÕES? 

A transformação digital e as rápidas mudanças que a tecnologia traz para a vida das pessoas são as maiores causadores da extinção de profissões. Para se ter uma ideia, calcula-se que 65% das crianças que hoje estão iniciando a vida escolar trabalharão em profissões que ainda nem existem. Esse dado foi fornecido pelo Relatório da Comissão Global do Futuro do Trabalho, criado em 2017.

Ainda, não é só a automação que está gerando o desaparecimento de algumas profissões. As transformações sociais, como a adoção de procedimentos mais simples no Estado, também estão contribuindo para o surgimento desse novo cenário.

QUAIS PROFISSÕES DEVEM DESAPARECER?

Todas essas transformações acarretam mudanças nas relações de trabalho. Estima-se, por exemplo, que profissões nas áreas de exatas vão crescer mais nos próximos anos.

Ainda, é importante esclarecer que a extinção de profissões não quer dizer que aumentará o número de pessoas desempregadas, pois essa relação não é direta. Outros fatores contribuem para o aumento do desemprego, que tem muito mais a ver com economia e educação do que com a tecnologia.

Isso quer dizer que as pessoas que perderem suas profissões tendem a ser absorvidas em outros cargos no mercado de trabalho.

Como, nos próximos anos, diversas profissões muito provavelmente estarão extintas, listamos as 20 que mais estão correndo riscos. Acompanhe:

secretário; - contador; - operador de telemarketing;

professor de línguas estrangeiras;

motorista; - porteiro; - atendentes em geral;

piloto de avião; - caixa de supermercado;

vendedor; - assistente jurídico;

cartógrafo; - desenhista de eletroeletrônicos;

analista de crédito/empréstimo; - arquivista;

bibliotecário; - escrivão; - cozinheiro;

garçom; - barman; - bônus: 

profissionais contratados em regime CLT. 

Em comum, todas essas profissões têm rotinas burocráticas e repetitivas, que podem ser facilmente substituídas por robôs. Até aquelas que demandam o uso do raciocínio de forma mais forte, como os pilotos de avião, contadores e assistentes jurídicos, correm risco de extinção por terem atividades que podem ser feitas por algum sistema que as substitua.

A exceção fica para os profissionais contratados por CLT, uma vez que a sua extinção está relacionada à mudança na forma de trabalho, e não diretamente à tecnologia. Isso, porque as empresas vão buscar contratar por projeto, em regime de freelance, em vez de ficar com um profissional por longos períodos.

Assim, os profissionais irão em busca de trabalhar com equipes multidisciplinares e em empresas diferentes. Algumas áreas, principalmente no marketing e na publicidade e propaganda, já atuam dessa forma.

A ITtrends criou um material baseado em uma pesquisa feita pelo Laboratório de Aprendizado de Máquina Aplicado a Finanças e Organizações (UnB) que aponta, entre as 2,6 mil profissões que participaram da pesquisa, a probabilidade de elas serem extintas por alguma tecnologia com inteligência artificial.

COMO ME PREPARAR PARA O FUTURO DO TRABALHO?

Independentemente de a sua ocupação estar ou não na lista das profissões que podem deixar de existir nos próximos anos, uma coisa é certa: ela vai ser modificada pela tecnologia.

Um exemplo são os médicos-cirurgiões, que terão que operar com robôs fazendo algum tipo de atividade durante a cirurgia. Já existem até mesmo aqueles que estão sendo criados para fazer cirurgias sozinhos.

Segundo a mesma pesquisa do Laboratório da UnB, 30 milhões de empregos devem desaparecer até 2026; caso os profissionais de hoje não estejam atentos às mudanças, poderão constar na lista de desempregados, já que as empresas terão vagas de emprego somente para profissionais de outras áreas.

Algumas dicas para continuar a ser absorvido pelo mercado têm relação com a mudança na forma de trabalho. As empresas estão buscando profissionais de múltiplas habilidades, que possam ser aproveitados de maneiras variadas e que consigam contribuir holisticamente, e não apenas visualizando as suas tarefas específicas.

Além disso, a tendência é que as empresas busquem profissionais que tenham capacidade de desenvolver o autoconhecimento e interagir com outras culturas, já que, provavelmente, terão que lidar com pessoas de vários países. Outra tendência é o trabalho remoto, seja ele home office ou não. O coworking só tende a crescer com isso.

Algumas áreas devem sofrer mais alterações do que outras. Um exemplo é o TI, uma vez que a tecnologia faz parte do dia a dia das profissões desse ramo. Por isso, separamos um infográfico com as profissões em alta nessa área!

DESVENDANDO O PASSADO: PROFISSÕES ESQUECIDAS QUE NÃO EXISTEM MAIS
https://www.youtube.com/watch?v=9CqwVSM7MAM


Tipógrafo e Linotipista: profissões do tipo “em extinção”
https://www.youtube.com/watch?v=2Jmc4zGKufE


Profissões em Extinção ficam valorizadas
https://www.youtube.com/watch?v=I1y7pmRNUh0


Profissões em Extinção? Conheça o trabalho de alfaiates e sapateiros
https://www.youtube.com/watch?v=WMagFd-WnTI


Profissões Mais Bem Pagas do Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=_MPgFqLzk-Q


Fonte:

Meu Positivo





Nenhum comentário:

Postar um comentário

CAVALOS RAROS - PARTE 03

  CAVALO FRIESIAN O cavalo friesian, também chamado de frísio ou frisão, provavelmente uma das raças mais populares e apreciadas do mundo, é...