quinta-feira, 11 de janeiro de 2024

CAPACITISMO

 


CAPACITISMO


O QUE É ?

EXEMPLOS:

CONSEQUENCIAS... 

E COMO COMBATER 

Imagem para o texto sobre Capacitismo: ilustração de uma pessoa sentada em uma cadeira olhando para baixo e cobrindo o rosto com as mãos. Atrás dele existe uma parede azul. Fim da descrição.

Talvez o Capacitismo seja o conceito que você menos conheça em relação à discriminação de grupos minorizados. Caracterizados como segmentos sociais, étnicos, gêneros ou outros, que independente da quantidade, possuem baixa representação política, social, econômica, eles também são nomeados, minorias e grupos minoritários. 

O sexismo em relação às mulheres, o racismo contra as pessoas negras e a homofobia, transfobia e outras formas de discriminação de gênero em relação ao grupo LGBTQIA+, são conceitos que já são mais amplamente debatidos na pauta nacional e ganharam destaque nos últimos anos. Isso se deve graças a eventos de alcance nacional, como a Parada do Orgulho LGBT, e programas de entretenimento na TV aberta, como o caso do Big Brother Brasil, que mobiliza a audiência com estas pautas. 

A palavra “capacitismo” significa a discriminação de pessoas com deficiência, sua tradução para o inglês é ableism. O termo é pautado na construção social de um corpo padrão, sem deficiência, denominado como “normal” e da subestimação da capacidade e aptidão de pessoas em virtude de suas deficiências.

O Capacitismo é considerado uma forma de preconceito, comumente vindo de pessoas sem deficiência, que pré-julgam a capacidade e habilidades das pessoas com deficiência com base apenas no que elas acreditam sobre aquela condição.

Muitas pessoas não têm conhecimento algum sobre o capacitismo devido a falta de debate pela população. Pouco se discute hoje em dia sobre o descumprimento da legislação que garante o direito e participação plena da pessoa com deficiência na sociedade. Esse comportamento apenas agrava esta forma de preconceito, pois é uma maneira de perpetuar a crença de que as pessoas com deficiência não são capazes de atuar ativamente na sociedade, o que é um grande equívoco.

O capacitismo camuflando acontece quando, de tão estrutural e inconsciente que é a discriminação em razão da deficiência, muitas pessoas se referem às pessoas com deficiência com um certo “heroísmo”, ou em outras palavras, uma supervalorização da realização de tarefas básicas, por exemplo.

O Que é Uma Pessoa Capacitista?

Capacitista é como são chamadas as pessoas que possuem crenças limitantes a respeito das pessoas com deficiência. Elas as julgam de modo que as excluem da sociedade, seja em uma roda de conversa ou até mesmo no mercado de trabalho.

Também são consideradas capacitistas aquelas pessoas que fazem “brincadeiras” apontando suas deficiências. Ou ainda aquelas frases que se referem às pessoas sem deficiência, mas usando alguma deficiência de modo pejorativo. Vamos falar mais sobre algumas expressões capacitistas mais adiante no texto. 

O Que é Capacitismo No Brasil?

No Brasil, existem algumas leis que garantem o direito da pessoa com deficiência e sua inclusão na sociedade. Como é o caso da LBI (Lei Brasileira de Inclusão), que contempla desde acessibilidade em estabelecimentos comerciais, como também no ambiente digital, na educação e no trabalho, além de também punir pessoas e organizações que desrespeitam e agridem as pessoas com deficiência. 

Com os devidos recursos de acessibilidade aplicados, na maioria das vezes, as pessoas com deficiência conseguem cumprir com suas atividades com autonomia e independência. Isso promove sua participação de forma plena na sociedade, incluindo na educação e no mercado de trabalho. 

Quando esses regulamentos não são respeitados em nosso país, seja por negligência ou má fé, também podemos considerar uma forma de capacitismo.

#ÉCapacitismoQuando

Em 2016, no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (comemorado mundialmente todo dia 3 de dezembro), um grupo de amigos com deficiências físicas se uniram para criar a hashtag #ÉCapacitismoQuando, com o objetivo de dar força para o debate. A partir de relatos sobre atitudes cotidianas que caracterizam a lógica capacitista que nossa sociedade está acostumada a enxergar a deficiência, como exceção, condição a ser superada ou corrigida, e não como diversidade e valorização do respeito às diferenças. 

A seguir, alguns tweets que fizeram parte do movimento e que exemplificam algumas situações diárias muito comuns às pessoas com deficiência, impregnadas desse tipo de atitude:

“Você diz que todos nós temos alguma deficiência”, “quando você diz: eu sou normal!”, “te tratam feito criança devido a sua deficiência, mas você já é adulto.”, “você espera que pessoas com deficiência tenham sempre algo nobre a ensinar”, eu tenho que falar mil coisas sobre minha profissão antes de você realmente começar a acreditar que eu trabalho MESMO”. 

Quais São os Tipos de Capacitismo?

Segundo o Guia Anti Capacitista, escrito por Ivan Baron, um influenciador nordestino, existem 3 tipos de capacitismo: 

Capacitismo Médico: Muitas pessoas se referem equivocadamente a pessoas com deficiência como se fossem ou estivessem doentes. Isso é chamado de capacitismo médico.

Capacitismo Recreativo: Este termo é usado para definir o tipo de capacitismo mais comum entre a sociedade. Se refere àquelas brincadeiras de mau gosto envolvendo deficiências.

Capacitismo Institucional:  Este tipo de capacitismo acontece quando as organizações contratam apenas uma cota de pessoas com deficiência e não as trata com equidade em relação aos colaboradores sem deficiência. Isso também é percebido na falta de acessibilidade presente nestes lugares. 

Exemplos de Frases Capacitistas

Muitas pessoas, até mesmo pela falta de conhecimento, acabam tendo comportamentos e reproduzindo frases capacitistas. Por isso, é muito importante buscar informações para que possamos fazer a diferença e quebrar esta corrente de preconceito. Então, aqui vão alguns exemplos de frases capacitadas para você tirar do seu vocabulário:

“Fingir demência”

“Dar uma de João sem braço”

“Não temos braço para fazer tudo isso”

“Dar uma mancada”

“Está cego/surdo?”

“Estou cego de raiva”

“Mais perdido que cego em tiroteio” 

“Para de ser retardado”

“Mudinho/ceguinho”

“Nem parece que você é uma pessoa com deficiência”

“Você não tem cara de autista”

“Você não tem cara de surdo/surda”

“Seu problema não tem cura?”

“Pensei que você era normal”

“Apesar de PCD, você parece feliz”

“A gente só recebe o fardo que consegue carregar”

“Será que seus filhos vão nascer normais?”

“Mas como você faz as coisas tendo essa deficiência?” 

VEJA VÍDEO

Capacitismo - Entenda o Que é e Revise os Seus Conceitos
https://www.youtube.com/watch?v=5PnfdbBtwvE


CANAL
https://www.youtube.com/@diarioafetivo8288


FONTE:

CAPACITISMO











Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL

  TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL: A JANELA COM O MUNDO DOS ESPIRITOS A transcomunicação instrumental ou TCI, é uma fascinante área de estudo ...