quarta-feira, 27 de dezembro de 2023

HOMENAGEM A MUSA DA MÚSICA

 


❤️ WHITNEY HOUSTON ❤️

Whitney Elizabeth Houston (Newark, 9 de agosto de 1963 — Aqui entraria a data de seu falecimento mas me recuso a publicar) foi uma premiada cantora, compositora, atriz, produtora, supermodelo e empresária norte-americana. É considerada por alguns críticos como a melhor cantora de todos os tempos. Seus poderosos vocais, que alcançavam extensões muito altas, principalmente nos melismas e vibratos, aliados às tessituras suaves, e seu extremo talento artístico na composição de letras e melodias, fizeram-na ser conhecida como A Voz e Rainha da Balada.

Whitney Houston foi a artista mais premiada de todos os tempos, de acordo com o Guinness World Records, em 2009. Sua lista de prêmios inclui: dois Emmy Awards, sete Grammy Awards; dezesseis Billboard Music Awards, vinte e dois American Music Awards, num total de 415 prêmios conquistados em sua carreira até 2013. Uma das artistas mais bem sucedidas do mundo da música, vendeu mais de 400 milhões de discos em todo o mundo. 

Inspirada por vários cantores de soul de destaque em sua família, incluindo a mãe, Cissy Houston, as primas Dionne Warwick e Dee Dee Warwick, Houston começou a cantar com o coral gospel júnior da Igreja de Nova Jersey aos 11 anos de idade. Depois que ela começou a trabalhar como backing vocal nos shows de sua mãe em boates de Nova York, em 1977, ela foi descoberta por Clive Davis em 1983, ano de início de sua carreira profissional. Ele era empresário da Arista Records. Houston lançou seis álbuns de estúdio e três álbuns de trilha sonora, todos eles certificados com diamante, multiplatina, platina e ouro pela Recording Industry Association of America. Seu álbum de estreia autointitulado, lançado em 1985, se tornou o álbum de estreia mais vendido por uma artista feminina, com 25 milhões de cópias vendidas. Seu segundo álbum, Whitney (1987), tornou-se o primeiro álbum de uma artista feminina a estrear em primeiro lugar na Billboard 200. Whitney alcançou grandes sucessos nas paradas de música popular, bem como sua proeminência na MTV, começando com seu vídeo de How Will I Know, permitiu várias artistas femininas afro-americanas seguirem seu sucesso. 

O primeiro papel de Houston no cinema foi no filme O Guarda-Costas (1992), no qual fez um enorme sucesso como protagonista. A trilha sonora original do filme ganhou o Grammy 1994 de Álbum do Ano. Seu primeiro single, I Will Always Love You , se tornou o mais vendido por uma artista feminina na história da música. O álbum é o único de uma artista feminina entre os cinco mais vendidos de todos os tempos, ocupando o quarto lugar. Houston continuou como estrela de filmes e contribuiu com a trilha sonora dos mesmos, inclusive com os filmes Waiting to Exhale (1995) e The Preacher's Wife (1996). Três anos após o lançamento de seu quarto álbum, My Love Is Your Love (1998), Whitney renovou seu contrato com a gravadora Arista Records. Ela lançou seu quinto álbum de estúdio, Just Whitney, em 2002, e o álbum de Natal com o título One Wish: The Holiday Album em 2003. Em meio à ampla cobertura da mídia de sua turbulência pessoal e profissional, Houston terminou seu conturbado casamento de 14 anos com o cantor Bobby Brown, em 2006. Em 2009, Houston lançou seu sétimo e último álbum de estúdio, I Look to You

Whitney Houston foi reconhecida internacionalmente como uma das maiores artistas de todos os tempos, devido ao seu talento, legado e, principalmente, à sua voz marcante e lendária. Graças a esse talento vocal marcante, Whitney foi frequentemente chamada de The Voice (A Voz). Whitney é frequentemente comparada a grandes artistas do passado, como Frank Sinatra, Aretha Franklin e Elvis Presley e também está entre os 500 Maiores artistas de todos os tempos da Revista Rolling Stone. Mais uma música de lembrança do filme.

Whitney morreu em 11 de fevereiro de 2012. O laudo do Instituto de Criminalística de Los Angeles informou, em princípio, que a morte foi acidental. A cantora se afogou na banheira de um hotel. Segundo os peritos havia indícios de uma cardiopatia e vestígios de uso de cocaína. 
OBS: O que me dou o direito de não acreditar nessa ultima colocação. 

BIOGRAFIA

A mãe, Cissy Houston, e duas primas em primeiro grau, Dionne Warwick e Dee Dee Warwick, eram reconhecidas cantoras de gospel, R&B e soul, e sua prima em terceiro grau, Leontyne Price, uma famosa cantora de ópera, o que resultou na constante presença da música na vida da jovem Whitney. Aos 11 anos de idade, Whitney começou a cantar no coral gospel de uma igreja batista em Newark e mais tarde acompanharia sua mãe em alguns concertos. Mesmo sendo evangélica batista, Whitney se formou no colegial em uma escola católica. Iniciou-se em sua carreira artística em 1977, trabalhando como backing vocal em shows de sua mãe, onde nesta época já compunha suas primeiras canções, onde as cantava esporadicamente em bares e boates da região quando não havia agenda marcada para os shows de sua mãe. 

Depois de fazer uma participação no álbum de sua mãe Think It Over, em 1978, Whitney ficou mais conhecida no meio artístico e começou a atuar como backing vocal para muitos cantores famosos, dentre eles: Chaka Khan e Jermaine Jackson. No mesmo ano, com apenas 15 anos de idade, ela fez um dueto com Michael Zager no single Life's a Party. Em 1980 iniciou sua carreira de modelo. Aprovada em um concurso de beleza em uma conceituada agência, começou desfilando em pequenos eventos representando diversas marcas famosas, além de fazer ensaios fotográficos. Começava aí sua bem sucedida carreira de modelo fotográfica, chegando a ser capa de diversas revistas pelo mundo, dentre elas a Seventeen e a Glamour. Sua experiência no mundo da moda a transformou em uma supermodelo. 
E, marcando a época de Natal  hoje temos a maravilhosa voz dela viva!!
Album Top Christmas pra você curtir!! ❤️

1983: O ESTRELATO 

Foi oferecido um contrato para Whitney na Arista Records em 1983. Um representante dessa gravadora percebeu o grande potencial artístico de Whitney enquanto ela cantava em uma boate de Nova Iorque. Ele, então, pediu à Clive Davis, um empresário e produtor musical, fundador da gravadora Arista Records, para ver o trabalho de Whitney como backing vocal e suas apresentações fazendo covers e cantando músicas próprias. 

Quando Davis foi a tal boate e a viu, ele se convenceu que ela tinha um maravilhoso talento, um verdadeiro dom, e imediatamente convidou-a para gravar seu primeiro disco. Demorou aproximadamente dois anos para Whitney terminar seu primeiro álbum, pois Davis estava procurando canções apropriadas à sua poderosa voz e os produtores certos para direcioná-la, os quais resultaram no grande sucesso do álbum. Em 1984, ano em que ficou famosa nos Estados Unidos, Whitney fez um dueto com Teddy Pendergrass (Hold Me). Lançado como single, fez um sucesso moderado nos Estados Unidos entrando no Top 40. Durante essa época, Whitney decidiu fazer participações especiais em Gimme a Break e Silver Spoons. Mas foi quando ela apareceu na telenovela As The World Turns como ela mesma que sua popularidade cresceu bastante. 

Em 14 de fevereiro de 1985, seu primeiro álbum foi lançado, chamado Whitney Houston. Demorou a fazer sucesso, mas quando o single You Give Good Love atingiu a terceira posição dentre os mais vendidos da Revista Billboard as vendas dispararam. Os outros singles, Saving All My Love for You, How Will I Know e Greatest Love of All, atingiram a primeira posição dentre a lista dos mais vendidos da mesma publicação permanecendo lá durante 14 semanas. 

O álbum venderia vinte e cinco milhões de cópias no mundo todo, com treze milhões delas sendo vendidas apenas nos Estados Unidos, foi o álbum mais vendido do ano à frente de True Blue de Madonna e se tornando o álbum de estreia de uma artista que mais vendeu cópias. Outra canção, All at Once, foi tocada significativamente nas rádios, mas a Artista decidiu não lançá-la como single para não expor Whitney demais à mídia, porque a cantora ficou mundialmente famosa em poucos meses. Com o sucesso vieram os diversos prêmios, e em 1986, Whitney ganhou seu primeiro Grammy: Melhor Performance de Vocal Pop Feminina, com Saving All My Love For You e fez sua primeira turnê mundial de shows, a The Greatest Love Tour. Neste mesmo ano Whitney foi eleita A Artista do Ano, pela revista Billboard. 

Lançado em junho de 1987 Whitney, o segundo álbum da cantora, tornou-se o primeiro álbum de uma artista a estrear no topo dos mais vendidos dos EUA e Reino Unido simultaneamente, o que a fez a primeira artista feminina a conseguir tal feito. O primeiro single, I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me) (originalmente I'm Gonna Dance with Somebody) quando foi interpretado na turnê mundial de 1987 não demorou a se tornar um estrondoso hit para a cantora e em 1988 a fez ganhar seu segundo Grammy. 

Outros singles do mesmo álbum que se tornaram hits: Didn't We Almost Have It All, So Emotional e Where Do Broken Hearts Go. Todas essas canções deram à Whitney um número de sete singles consecutivos a atingirem a primeira posição dos mais vendidos nos EUA, quebrando o recorde dos Beatles e dos Bee Gees (que estavam empatados com seis cada). Até hoje, nenhum artista conseguiu ter sete números #1 consecutivos na lista dos singles mais vendidos da Revista Billboard. Um quinto single, Love Will Save The Day, se tornou um hit moderado ao entrar no número nove na lista de tal publicação. O álbum venderia vinte milhões de cópias no mundo inteiro, com nove milhões delas só nos EUA. 

Ela fez outra turnê mundial, a The Moment of Truth Tour e mais uma série de prêmios seria entregues a ela e inclusive o prêmio de Álbum do Ano em 1988. Durante a cerimônia de abertura das Olimpíadas de 1988 Whitney cantaria One Moment in Time. Lançado como um single, a canção dos Jogos Olímpicos daquele ano, entraria no primeiro lugar na lista dos singles mais vendidos do Reino Unido (o UK Top 40) e no quinto lugar dos mais vendidos nos EUA. Em 1989 Whitney embarcou numa turnê com BeBe & CeCe Winans fazendo backing vocal, mostrando que o sucesso não subiu à sua cabeça. 

Whitney apresenta Saving All My Love for You no show Welcome Home Heroes em 1991

I'm Your Baby Tonight foi lançado em novembro de 1990. Os primeiros singles daquele álbum, I'm Your Baby Tonight e All The Man That I Need foram ao primeiro lugar da lista dos mais vendidos nos EUA, dando a ela um total de nove números #1 naquele país até então. Outros hits moderados viriam com Miracle e My Name is Not Susan . Outra canção do álbum, I Belong to You, foi tocada em algumas rádios norte-americanas se tornando um pequeno hit. O álbum vendeu doze milhões de cópias no mundo todo, quatro milhões delas só nos EUA. 

Logo Whitney faria outra turnê mundial, a I'm Your Baby Tour, que quebrou recordes de público por todo o mundo e veio a confirmar o que todos já sabiam: Whitney veio para ficar. Em janeiro de 1991, ela cantou The Star-Spangled Banner, o hino nacional dos Estados Unidos, no XXV Super Bowl em Tampa na Flórida. Depois lançado como single e vídeo, se tornaria a única versão do hino nacional norte-americano a virar um hit, vendendo um milhão de cópias. O dinheiro arrecadado com as vendas do single foi revertido à Cruz Vermelha Norte-Americana. Esse momento ficou marcado para sempre na história da música e mais de uma década depois as pessoas relembram aquele maravilhoso desempenho de Whitney, que abalou as estruturas do Super Bowl. Em 2005, Beyoncé Knowles falou em seu DVD sobre esse momento histórico e a emoção de cantar The Star Spangled Banner, ela disse: "Whitney Houston foi fantástica e eu só queria ter a oportunidade de pelo menos fazer alguma coisa parecida com o que ela fez, porque foi incrível". 

Ainda em 1991, Whitney usou sua identificação com o público em prol das vítimas da Guerra do Golfo, quando fez um show beneficente exibido pela HBO sob o título Welcome Home Heroes with Whitney Housn. 


Por ser uma página criada com a intenção de homenagear essa artista que marcou indiscutivelmente nossa época, nos demos o direito de adicionar links das músicas dela.

Esta página cita fontes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável pode ser removido.

Detalhes da Permissão:

Esta obra encontra-se no domínio público nos Estados Unidos por ser uma obra do Governo Federal dos EUA nos termos do Título 17, Capítulo 1, Secção 105 do US Code. Veja Copyright. Nota: Este estatuto apenas se aplica a obras do Governo Federal, e não a obras de nenhum estado, condado, subdivisão ou município.

Este trabalho é de domínio público nos Estados Unidos porque é um trabalho preparado por um oficial ou funcionário do Governo dos Estados Unidos como parte das funções oficiais dessa pessoa nos termos do Título 17, Capítulo 1, Seção 105 do Código dos EUA. . Observação : Isso se aplica apenas a obras originais do Governo Federal e não a obras de qualquer estado , território , comunidade, condado, município ou qualquer outra subdivisão individual dos EUA. Este modelo também não se aplica a designs de selos postais publicados pelos Correios dos Estados Unidos desde 1978 . Ver § 313.6(C)(1) do Compêndio de Práticas do Escritório de Direitos Autorais dos EUA). Também não se aplica a certas moedas dos EUA; consulte os Termos de Uso da Casa da Moeda dos EUA .

Este arquivo foi identificado como livre de restrições conhecidas sob a lei de direitos autorais, incluindo todos os direitos relacionados e conexões.

Whitney apresenta Saving All My Love for You no show Welcome Home Heroes em 1991


FATO: Whitney Houston conversando com o público antes de executar "Saving All My Love for You" durante o show televisionado pela HBO "Welcome Home Heroes with Whitney Houston" homenageando as tropas que participaram da Operação Tempestade no Deserto, suas famílias e dignitários militares e governamentais. 

Canal Oficial

Fonte de Imagens :
Wikipedia

FONTE:
Wikipedia





Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL

  TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL: A JANELA COM O MUNDO DOS ESPIRITOS A transcomunicação instrumental ou TCI, é uma fascinante área de estudo ...