domingo, 28 de abril de 2024

PROJETO BLUE BEAM

 


PROJETO BLUE BEAM: SERIA MESMO SOMENTE UMA TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

O Projeto Blue Beam é uma das teorias da conspiração mais interessantes e controversas da era moderna. 

Com raízes profundas na cultura popular e na internet, essa teoria alega que governos ou organizações poderosas estão planejando uma farsa global em escala nunca antes vista. Seria mesmo somente uma teoria conspiratória?

Neste artigo, exploraremos o Projeto Blue Beam, suas origens, principais alegações e a análise crítica por trás dessa teoria tão debatida.


ORIGENS DO PROJETO BLUE BEAM 


Silhueta de um Homem Vitruviano, com um globo terrestre feito de zeros e um, com  um fundo do espaço sideral por trás. 

As primeiras vezes que se ouviu falar sobre o Projeto Blue Beam, foi no início da década de 1990, quando o jornalista canadense Serge Monast o apresentou ao público pela primeira vez. Ele alegou ter descoberto um plano secreto de falsificação de uma segunda vinda de Jesus Cristo por meio de projeções holográficas avançadas, utilizando tecnologias sigilosas.

De acordo com Monast, o objetivo do Projeto Blue Beam era estabelecer uma nova ordem mundial através da manipulação em massa da consciência humana. O plano envolvia quatro etapas distintas, cada uma projetada para controlar e enganar a população global de maneira sem precedentes.


AS QUATRO ETAPAS DO PROJETO BLUE BEAM

TERREMOTOS SIMULADOS E DESASTRES NATURAIS

A primeira etapa envolveria a criação de terremotos simulados e outros eventos naturais em pontos estratégicos ao redor do mundo. Esses desastres seriam produzidos por meio de tecnologias secretas para causar pânico e medo na sociedade. 

Algo que podemos ver recentemente na Turquia, assim como em outro lugares do mundo. Segundo opiniões o que ocorreu na Turquia foi uma resposta da Nova Ordem Mundial, devido ao fato da Turquia não concordar em ajudar a OTAN na batalha entre Rússia e Ucrânia e se aproximar mais do BRICS e da própria Rússia. Isso teria culminado em uma série de terremotos na Turquia, o que dizem muitos, ter sido causado por uma tecnologia militar chamada HAARP.

APARIÇÕES HOLOGRÁFICAS NO CÉU

Na segunda fase, o Projeto Blue Beam supostamente usaria projeções holográficas avançadas para criar a ilusão de figuras religiosas em larga escala, como Jesus Cristo, Maomé ou Buda, aparecendo nos céus de várias regiões. O objetivo seria influenciar e unificar as crenças religiosas em uma religião global única, preparando o terreno para o próximo passo. 

COMUNICAÇÃO TELEPÁTICA COM ESSAS APARIÇÕES

A terceira etapa implicaria em uma comunicação telepática entre as projeções holográficas e as pessoas em todo o mundo. Essa interação aparentemente divina, levaria muitas pessoas a acreditar que estavam testemunhando eventos milagrosos e se converteriam a essa nova religião global.


SIMULAÇÃO DE UMA INVASÃO EXTRATERRESTRE

A quarta e última fase envolveria uma simulação de uma invasão alienígena em grande escala. Supostamente, tecnologias de controle mental seriam utilizadas para fazer com que a população acreditasse na chegada de seres extraterrestres hostis, unificando a humanidade sob uma liderança mundial comum. 

Um exemplo da possibilidade dessas aparições holográficas, foram alguns avisos por parte de agências militares dos EUA recentemente, sobre o avistamento de Óvnis/ UAPs. Sim, existem avistamentos reais, mas alguns, principalmente aqueles que foram informados este ano (2023) por órgãos governamentais, talvez sejam esses hologramas.


TENTATIVAS PARA DESACREDITAR O PROJETO BLUE BEAM 

Desde a divulgação do Projeto Blue Beam por Serge Monast, muitos especialistas, cientistas e céticos têm se manifestado contra o que chamam de teoria da conspiração. A falta de provas concretas, a ausência de fontes confiáveis e a natureza aparentemente fantasiosa das alegações são os principais pontos de contestação.

Críticos argumentam que a teoria é baseada em especulações e não tem sustentação nos princípios da ciência. Também apontam para as inconsistências lógicas nas alegações de Monast, incluindo a própria falta de evidências de suas fontes secretas.

Em contraponto, vemos hoje com o avanço da tecnologia, que tal simulação holográfica seria sim possível. Aliás, já existem provas de como uma holografia hoje pode parecer tão real quanto você e eu. A China tem utilizado tal ferramenta tanto nas ruas do país, como também em shows e apresentações. Assim como os EUA também.

Outro exemplo é um aplicativo desenvolvido onde como é mostrado no vídeo abaixo, o demonstrador tira uma foto do homem ao seu lado e coloca o rosto do mesmo no de um jogador de basquete, fazendo passes e uma cesta incrível em um vídeo de um jogo. 


TEORIA DA CONSPIRAÇÃO?

O Projeto Blue Beam para a grande mídia e órgãos governamentais continua sendo apenas mais uma teoria da conspiração, pois não é do interesse deles e da elite mundial que a população saiba a verdade. Mesmo assim, é uma das teorias mais discutidas e debatidas na internet. Embora tenha ganhado popularidade.

Em última análise, o Projeto Blue Beam permanece como uma história intrigante e inquietante para muitos. Claro que devido ao controle exercido pelo Sistema da Nova Ordem Mundial, no momento, não existem provas sólidas para sustentar suas alegações.

À medida que navegamos em um mundo repleto de informações e desinformação, é fundamental manter um olhar crítico e discernimento diante do que nos é exposto. Mas isso é uma via de mão dupla. Também não há nada que prove sua inexistência. Apenas a palavra daqueles que controlam os meios de comunicação e querem nos impor apenas um único olhar sobre o assunto.


FONTE:

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO









Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL

  TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL: A JANELA COM O MUNDO DOS ESPIRITOS A transcomunicação instrumental ou TCI, é uma fascinante área de estudo ...