terça-feira, 27 de junho de 2023

COMO CRIAR TILÁPIAS

 



TILÁPIA é o nome comum dado a várias espécies de peixes ciclídeos de água doce pertencentes à subfamília Pseudocrocidolita e em particular ao gênero Tilápia. São nativos da África, mas foram introduzidas em muitos lugares nas águas abertas da América do Sul e sul da América do Norte e são agora comuns na Flórida, Texas e partes do sudoeste dos Estados Unidos, sul e sudeste do Brasil.

No sudeste esta espécie é um dos principais peixes da pesca artesanal, principalmente no Rio Grande, Estado de Minas Gerais. Em Angola também recebe o nome cacusso.

Tilápias são fáceis de manter em aquário, já que lhes é suficiente o espaço neles. Elas se reproduzem facilmente e crescem rapidamente, mas são perigosos para qualquer outro peixe pequeno. A maioria das espécies são reprodutores de superfície mas alguns protegem a cria na boca.

A Tilápia do Nilo é uma das espécies mais procuradas para criação em escala industrial, por apresentar rápido crescimento, grande rusticidade, fácil manejo e alto nível de rendimento. Além disso, possui carne de ótima qualidade, poucas espinhas e de bom paladar (GALLI; TORLONI, 1982).

Segundo KUBITZA (2003) a intensificação do cultivo de Tilápias do Nilo no estado de São Paulo começou a partir de 1996, quando a espécie começou a conquistar a preferencia dos pesqueiros. Representam 40% da produção paulista de pescado, ou seja, 5.800 toneladas e grande parte da produção e cultivo de viveiros. Ressalta ainda que, em virtude do alto custo da terra e do conflito e restrições quanto ao uso da água em diversas regiões do estado, a expansão da tilapicultura, deverá  ocorrer através do cultivo em tanques-rede.

As TILÁPIAS são peixes criados para alimentação humana, sendo a sua carne bastante apreciada, pois é leve e saborosa. Em algumas regiões o peixe é colocado nos arrozais, depois de plantado o arroz, onde cresce até ao tamanho pronto para consumo(12–15 cm), na mesma época em que o arroz está pronto para a colheita.

A Tilápia-do-Nilo foi um dos primeiros peixes a serem criados em aquicultura pelos antigos Egípcios (4000 anos).

A TILÁPIA é um excelente controle biológico para alguns problemas de infestações de plantas aquáticas. Eles preferem plantas aquáticas que flutuam, mas também consomem algumas algas fibrosas.

É um peixe adaptável à água salgada.


DICAS ESSENCIAIS SOBRE COMO CRIAR TILÁPIA 

1. SAIBA QUAL O MELHOR SISTEMA:

Além disso, existem vários sistemas de criação de peixes: extensivo, semi-intensivo, intensivo e super intensivo. Eles se diferenciam principalmente pelo objetivo de criação do piscicultor.

TILÁPIA CRIAÇÃO

No entanto, no caso das tilápias, o sistema super intensivo tem se destacado na atualidade, com as opções de produção em tanques rede, escavado que necessitam de maior grau tecnológico dos produtores.

2. FAÇA UM BOM MANEJO ALIMENTAR DE  TILÁPIAS:

Com relação a alimentação da tilápia, é recomendável que seja fornecida a quantidade de ração nas proporções de 6,5% do peso vivo na fase inicial de cativeiro, enquanto na fase final considera-se 1,2%.

Além disso, a ração pode ser oferecida 2 ou mais vezes ao dia, o que fica a critério da observação do consumo.

CONTINUE LENDO E DEPOIS ACESSE NOSSA PÁGINA COM O CURSO:
COMO CRIAR TILÁPIAS 02


3. UTILIZE  A RAÇÃO MAIS INDICADA PARA PRODUÇÃO DE TILÁPIAS

PEIXE TILÁPIA  

A ração mais indicada na produção de tilápias é a extrusada, uma vez que o processamento em alta temperatura, pressão e umidade possibilita o maior aproveitamento dos nutrientes pelos peixes. Além disso, aumenta a digestibilidade da ração.


4. AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE PRODUÇÃO E DA COMPOSIÇÃO DO ALIMENTO:

Além disso, as rações das tilápias devem atender às exigências de produção dos peixes. 

Os pontos que influenciam na composição do alimento desses peixes são a temperatura da água e a fase de criação.


5. TAXA DE MORTALIDADE NA TILAPICULTURA:

A taxa de mortalidade da criação de tilápias varia de 5% a 10%. 

Essa oscilação está relacionada com a fase e sistema de cultivo. 

Portanto, alguns cuidados básicos podem minimizar a taxa de mortalidade desses peixes.

Usar de telas protetoras para pássaros;

Controlar os resíduos no fundo do tanque;

Controle de presença de parasitas e enfermidades.


TILÁPIA

Além disso, é muito importante respeitar as normas da criação de tilápias. 

No entanto, os produtores que optarem pela criação de peixes em tanque, é necessário seguir as normas estabelecidas pela legislação. 

Elas consistem em:

REGISTROS EXIGIDOS:

OBTENÇÃO DO REGISTRO DE AQUICULTURA NO MINISTÉRIO DE AGRICULTURA;

LICENCIAMENTO NA SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE (Sema);

AUTORIZAÇÃO DE USO DA ÁGUA PELA GERENCIA REGIONAL DE PATRIMONIO DA UNIÃO (GRPU).






E AGORA VAMOS APRENDER O PASSO A PASSO DE COMO CRIAR TILÁPIAS EM TANQUES DE ÁGUA FACIL DE FAZER E FÁCIL MANEJO ALÉM DE SER UMA TERAPIA IMENSA

ACESSE NOSSA PÁGINA COM O CURSO COMPLETO:

COMO CRIAR TILÁPIAS 02










Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL

  TRANSCOMUNICAÇÃO INSTRUMENTAL: A JANELA COM O MUNDO DOS ESPIRITOS A transcomunicação instrumental ou TCI, é uma fascinante área de estudo ...